Arquivo de 11/2017



Netflix com o Poderoso – Punisher
por Ragner
em 20/11/17

Nota:   Sempre acompanho o que é desenvolvido sobre o Batman, Wolverine, Demolidor, Justiceiro e Spawn, e quando foi anunciado que seria realizado uma série sobre o cara com a caveira no peito (O justiceiro), fiquei não somente ansioso como também deveras empolgado. Jon Bernthal não seria minha escolha (como já comentei na resenha sobre
Postado em: Netflix, Semana de Cinema
Tags: ,

Dica De Estreia – Liga Da Justiça
por Ragner
em 16/11/17

Nota:   Junto ao lançamento do filme da maior equipe de super heróis dos quadrinhos, nós do Poderoso nos permitimos adicionar uma categoria que trará muita coisa boa para vocês leitores. Hoje vamos de Dica de estreia, que segue na trilha em primeira mão dos filmes que chegam aos cinemas. E como amante do Batman e
Postado em: Dica de estréia
Tags: , ,

Resenha – O que é fascismo? e outros ensaios
por Bruno Lisboa
em 13/11/17

Nota:   1984 e Revolução dos bichos. Estas são as respostas mais comuns quando o assunto é o escritor George Orwell. De fato estas são as suas obras mais celebradas mundialmente, mas para além do universo da ficção Orwell foi também ensaísta, crítico e jornalista. Pela Companhia das Letras várias compilações com textos de sua autoria já foram
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha De Quadrinhos – Batman – Arkham Knight
por Ragner
em 09/11/17

Nota:   Existe um jogo do Morcegão que virou referência para os novos amantes do Cavaleiro das Trevas e até mesmo para o cinema: Arkham Asylum. O jogo em sequência – Arkham City – tem infuência direta com essa HQ, já que os acontecimentos nela ocorrem logo em seguida ao final da missão do jogo.
Postado em: Quadrinhos
Tags: , , , ,

Resenha – A mãe de todas as perguntas: reflexões sobre os novos feminismos
por Bruno Lisboa
em 06/11/17

Nota:   A americana Rebecca Solnit é uma das escritoras de maior destaque nos dias de hoje. Dona de uma forte e embasada opinião, Solnit costuma abordar os mais diversos temas em suas obras (política, cultura, meio ambiente…), mas tem no feminismo a sua principal força motriz. Com carreira iniciada no final dos anos 80, a
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Nem vem
por Patricia
em 01/11/17

Nota:   Lydia Davis venceu o Man Booker International Prize em 2013 com “Nem vem” que chega agora ao Brasil pela Companhia das Letras. A escrita de Davis é difícil de descrever. A autora não parece ser guiada por nenhum gênero em particular e sua ficção passa de poesia a contos curtos a uma única
Postado em: Resenhas
Tags: , ,