5 às 5ªs – Autoras para conhecer
por Ragner
em 14/03/13

3367-read-a-book-500-337_large

 

Semana passada foi comemorado o dia internacional da mulher, 8 de março, e pelo fato da importante data, disponho aqui uma lista com 5 autoras que tive contato, pouco, muito ou meio termo, mas que merecem ser indicadas. Estilos bem diferentes estão presentes, então é uma lista um tanto quanto eclética que deixo com vocês.

1 – J. K. Rowling: Criadora de uma saga fabulosamente atraente. Isso por si só já serviria para estar em alguma lista do meu interesse. Como essa, em particular, está citando algumas autoras, já coloquei ela em destaque sendo a 1ª. Não considero Harry Potter um livro infanto-juvenil pura e simplesmente. A escrita de Rowling é atraente, sua construção é segura e a quantidade enorme de informação vai sendo explicada e contextualizada sem deixar nada de fora, não esquecendo que a história não só emociona como também cativa, pelo menos no meu caso;

2 – Anne Rice: De vários personagens no universo vampírico, Lestat permanece no meu ideal de príncipe das trevas. O Vampiro Lestat, Entrevista Com O Vampiro e A Rainha Dos Condenados estrutura de forma magistral o que entendo sobre esse ser imortal e chupador de sangue. A forma que Rice conduz sua história, história de terror em sua maioria, não é apenas atraente como também uma marca registrada. Para quem curte o gênero e vampiros, fica a dica;

3 – Isabel Allende: Li somente Zorro dela, mas posso dizer que a história do herói mascarado recontada por ela deu um fôlego novo e me convenceu que ainda era possível a história dele ser mais interessante e legal do que eu já conhecia. Escritores latinos ainda estão em minha lista futura para novas aquisições e não somente o fato de Allende ser chilena a inclui, mas também porque sua escrita me lembrou um pouco Mario Vargas Llosa (Travessuras Da Menina Má). Ela possui um estilo que encanta e vai criando situações que podem acrescentar elementos sem ser cansativo e isso torna a leitura uma aventura gostosa;

4 – Anne Frank: Uma criança, uma vítima do terrorismo nazi-fascista, uma menina que viveu parte de sua curta vida com medo. Essa garota escreveu um diário que persiste até hoje como um tapa na cara de muita gente grande e como uma heroína para gerações no novos leitores ou, por que não, novos escritores. Anne Frank escreveu em algumas páginas todo o horror e até mesmo partes boas sobre a vida que foi obrigada a ter. Para quem lê, tem em mãos um relato verídico e factual sobre a 2ª Guerra Mundial. Mesmo que seja pelo olhar de uma jovem, é um olhar de uma pessoa que não teve outra escolha no mundo a não ser batalhar pela sobrevivência.

5 – Lauren Kate: Escritora de livros juvenis, mas que me fez ficar interessado, tenho que admitir. Comecei a ler a coleção Fallen que mesmo parecendo ser um romance juvenil que segue a linha de Crepúsculo, me mostrou ser bem menos fraquinho ou fresquinho. Kate vai construindo uma história que me fez querer continuar a saga de Daniel e Luce. Ainda me faltam dois livros para finalizar e como aconteceu com Tormenta, acredito muito que a escritora vai melhorando o enredo e isso é ponto positivo.

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 às 5ªs – Autoras para conhecer”


 

Comentar