5 às 5ªs – Leia Mulheres Que Me Interessam
por Ragner
em 09/04/15

Unknown

 

O Leia Mulheres é um sucesso, já não só possui uma página aqui no Poderoso, como também, estamos nos adaptando cada vez mais (nós rapazes, Patrícia já faz isso há bem mais tempo e a maioria das leituras aqui é dela). Estou listando 5 livros que, ao ler as resenhas, fiquei interessado pelo que é contado. Para não postar só livros da Patrícia, enumerei um revisitando do Gabriel (para diferenciar um pouco, kkk), já que ele está se comprometendo em escrever resenhas só de autoras durante esse ano. Fiquem a vontade e aproveitem as dicas também.

1 – Eu Sou Malala – Malala Yousafzai: “2014 foi o ano em que uma jovem paquistanesa surpreendeu o mundo ao receber o Nobel da Paz com seus parcos 17 anos. A jovem que ficou famosa no mundo todo quando um talibã atirou em seu rosto quando estava voltando da escola, deu nova voz a meninas de todo o Oriente Médio e o mundo islâmico que desejam ter acesso a educação….A importância de Malala vai além de seu prêmio Nobel. Ela é a menina que nos mostra um mundo onde mulheres continuam a ser moeda de troca e motivo de vergonha. Seu livro é uma aula que aguça não apenas a curiosidade, mas a compaixão e nos dá a triste certeza de que ainda há muito o que fazer.”

2 – Meninas Boazinhas Vão Para O Céu, As Más Vão À Luta – Ute Ehrhardt: “A meta da autora é demonstrar os padrões de comportamentos femininos que acabam influenciando negativamente a forma como a mulher se coloca na sociedade decidindo, em última instância, se ela quer ser boa ou má perante os demais – títulos dos quais a mulher não parece conseguir escapar. Acho que você já deve ter ouvido o que consiste uma boa esposa e uma má esposa, por exemplo? E aparentemente, isso não varia de mulher para mulher, é apenas um padrão que existe.

3 – Histórias E Conversas De Mulher – Mary Del Priori: “Nesse livro, Mary del Priore, que é especialista em História do Brasil, nos apresenta esses 3 assuntos supracitados no contexto histórico. Ponto a ponto, a historiadora nos leva por um passeio sensacional pelas questões sobre casamento e como isso foi mudando com a evolução de comportamento feminino até chegarmos na fatídica geração dos anos 80 – aquela geração educada para ser mocinha casada e uma grande dona de casa, mas que olhava para um mundo que já pedia espaço para mulheres no ambiente de trabalho e exigia novas maneiras de pensar a situação casa-profissão. Essa foi a geração que começou uma quebra de paradigma importante na nossa sociedade.”

4 – Como Ser Mulher – Caitlin Moran: “Moran conta como se descobriu uma feminista: lendo livros de mulheres que sempre estiveram à frente do seu tempo – o que realmente prova que livros podem, de fato, ajudar a moldar uma pessoa e expandir suas limitações (os livros certos na hora certa têm um enorme impacto). Mas nem tudo são flores e risadas feministas: Moran também nos conta como cresceu em uma família grande, em extrema pobreza e obesa. Ao iniciar sua carreira como jornalista em uma revista sobre música, ela também experimentou o machismo pela primeira vez – para conseguir a matéria de capa, seu chefe pediu que ela “sentasse em seu colo”.”

5 – Profissões Para Mulheres E Outros Artigos Feministas – Virginia Woolf: “Em cada um dos textos do livro, Woolf mostra o estado da arte do feminismo em seu tempo. A maioria dos textos é da década de 20/30, uma época tão próxima e no entanto tão longínqua. O pensamento feminista da época era extremamente simplório e buscava ainda condições mínimas de paridade de condições em relação aos homens. Por mais que haja a conquistar hoje, a luta na época estava muito mais longe de seus objetivos. A autora discorre sobre profissões nas quais as mulheres são barradas, sobre a possibilidade de que mulheres entrem em círculos como o dos autores de livros, entre outros direitos que lhes são negados.”

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 às 5ªs – Leia Mulheres Que Me Interessam”


 

Comentar