5 às 5ªs – Livros de Não-Ficção Reveladores
por Gabriel
em 19/09/13

3367-read-a-book-500-337_large-320x215

E hoje falaremos dos livros de não-ficção mais “reveladores” que já vi. O que quero dizer com isso? São os livros que me apresentaram fatos novos sobre realidades que eu pensava conhecer; realidades que o senso comum pensa conhecer. Recomendo todos e espero que gostem. Confiram:

– Rota 66 – Caco Barcellos: é repórter da Rede Globo e foi recentemente hostilizado por manifestantes durante os protestos em junho. Nada mais injusto: este livro, por si só, já dá ao autor as credenciais para se diferenciar de jornalistas sensacionalistas ou meramente a serviço de interesses de grandes empresas. Em Rota 66, Barcellos relata sua convivência com a tropa de elite da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a “polícia que mata”, em suas palavras. Execuções são descritas, os desmandos da tropa são relatados e a realidade que se revela é a de um grupo de violentos e truculentos homens pagos pelo governo para exterminar os ditos “suspeitos”. Destaque, ainda que infeliz, para o capítulo que narra a execução do garoto que fez sucesso nos cinemas brasileiros como Pixote alguns anos antes.

index

– Brasil: Nunca Mais – Vários: A Igreja Católica tem sua parcela em grandes catástrofes da história da humanidade. Mas, durante a Ditadura Militar no Brasil, alguns de seus membros tiveram atuações importantes e louváveis (já falamos sobre o diário do Frei Fernando que foi preso durante a Ditadura aqui no Poderoso). Uma dessas foi a criação deste livro, que reúne os Inquéritos Policiais Militares realizados sobre as denúncias de tortura por membros do governo e de suas polícias durante o período. Deprimente e um tanto repulsivo, é um livro básico para entender o tipo de absurdos que eram cometidos em nome do governo militar.

brasilnuncamais1

– Estação Carandiru – Dráuzio Varela: o autor estará duas vezes aqui hoje. A primeira é por seu livro mais famoso, que levou ao longa Carandiru. Como se sabe, o livro foi escrito para descrever a situação que era vivida no presídio famoso da cidade de São Paulo. Através dos olhos do médico e de habitantes do presídio, somos apresentados a situações inusitadas, tristes, engraçadas e bizarras, no estranho mundo particular que se formou atrás das grades do então maior presídio da América Latina.

index

Carcereiros – Dráuzio Varela: Aqui, Varela mergulha no mundo de outros personagens do sistema prisional: os carcereiros, engrenagens que mantêm o sistema funcionando e vivem com suas próprias particularidades. Histórias engraçadas, relatos curiosos e a percepção de que, no dia a dia, carcereiros são pessoas comuns que são forçadas a conviver com realidades extremas. Um livro que revela muito sobre uma classe frequentemente vítima de preconceitos e ignorância.

index

– A Invenção das Tradições – Hobsbawn: o autor é um dos maiores historiadores que já existiu, e grande parte disso se deve a sua capacidade de falar o que pensa com palavras esclarecedoras. Não considero este um livro de “acesso geral”, por ter uma linguagem um tanto acadêmica e por vezes rebuscada; porém, é incrível acompanhar o autor desvendando como surgiram as tradições de diversos países, de onde vêm costumes, roupas, festas e outras tradições muitas vezes consideradas “eternas”, entre outras curiosidades das pessoas e das nações. Destaque honroso para a narrativa da história da monarquia inglesa, incrivelmente reveladora.

a-invencao-das-tradicoes-col-saraiva-de-bolso-hobsbawm-eric-isbn-9788520930243-1154-4057866-G

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 às 5ªs – Livros de Não-Ficção Reveladores”


 

Comentar