5 as 5as – Livros que viraram filmes (que eu gosto)
por Thiago
em 20/11/14

5 (1)

 

Resolvi listar aqui 5 livros que se tornaram filmes que gosto muito, por um agradável acaso 3 são brasileiros.

1 – O senhor dos anéis: Sou muito fã das histórias de Tolkien, O senhor dos anéis são livros incríveis e muito importantes para a literatura fantástica. Em 2002, quando o primeiro filme saiu, “A sociedade do anel” foi simplesmente épico, o diretor, Peter Jackson, conseguiu recriar bem o espírito da Terra-Média. Hoje confesso que na época não acreditava que o filme seria bom, ainda bem que me enganei.

2 – O poderosos chefão: Bom, este livro eu ainda não li, mas ta na lista. A história da máfia italiana nos Eua, mais especificamente da família Corleone é escrita por Mario Puzzo em 1969. Mantendo ainda a história foram feitos outros livros com a mesma ambientação, alguns por Puzzo e outros por Mark Winegardner. Em 1972, ninguém menso que Francis Ford Copolla resolve adaptar esse livro pro cinema, fazendo uma das trilogias mais importantes de todos os tempos. Tendo no elenco nomes como Robert Duval, Al Pacino e Marlon Brando. Nem preciso falar quão bom é isso, se por um acaso ainda não viu para de ler isso e vai ver.

3 – Cidade de Deus: Encabeçando a lista de filmes nacionais temos Cidade de Deus. Filme de 2002, dirigido por Fernando Meirelles e baseado no romance real (1997) de Paulo Lins. Conta a história do crescimento do crime organizado na Cidade de Deus (bairro desmebrado de Jacarépaguá, no Rio de Janeiro) da década de 1960, quando era apenas uma comunidade, até 1980. O longa foi indicado a quatro categorias no Oscar. Tanto o livro quanto o filme são excelentes, mas para ambos é necessário estômago.

4 – Eles não usam black tie: Já resenhei este filme aqui tempos atrás, o bacana desta história é o seguinte o filme é uma adaptação feita por Gianfrancesco e pelo diretor Leon Hirszman, de uma peça de mesmo nome escrita e encenada em 1958, também pelo Sr. Guarnieri, além disso, ele, o Guarnieri, é um dos personagens pricipais do filme. A proposta do filme é bem simples, aparentemente datado mas ainda muito atual: São Paulo, mas poderia ser outra cidade grande qualquer do Brasil  no fim da década de 70, dois jovens namorados de periferia e bem apaixonados, ao descobrir que estão esperando um bebê  decidem se casar, no caso o operário Tião (Carlos Alberto Riccelli) e sua namorada Maria (Bete Mendes). Ao mesmo tempo, eclode um movimento grevista que divide a categoria metalúrgica. Preocupado com o casamento e temendo perder o emprego, Tião fura a greve, entrando em conflito com o pai, Otávio (Gianfrancesco Guarnieri), um velho militante sindical que passou três anos na cadeia durante o regime militar.

5 – O xangô de Baker Street: Um dos livros mais divertidos do Jô Soares que já li, num crossover maluco entre Dom Pedro II e um Sherlock Holmes diferente. Levanto a bola deste filme na lista pelo seguinte, é sem dúvida a adaptação mais fiel que já vi, o livro é seguido sem grandes problemas e mudanças. A base da história é a mesma: Sherlock Holmes e seu cumpadre Watson investigam uma série de assassinatos que estão relacionados ao roubo de um valioso violino stradivarius. O filme é dirigido por Miguel Faria Jr, lançado em 2001, com um ótimo elenco nacional e internacional, até o próprio Jô faz uma ponta.

Obs: depois pensei em transformar a lista em 5 livros que viraram filmes nacionais que eu gosto, mas vou deixar pra outra quinta…

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 as 5as – Livros que viraram filmes (que eu gosto)”


 

Comentar