5 às 5as – Metas para 2015 – Resultados
por Patricia
em 17/12/15

5 às 5as

Fim de ano está chegando e já estou com a empolgação a nível mil para encerrar 2015. Esse ano precisa terminar URGENTE!  Aproveitando nossa última lista do ano, vou atualizá-los nos projetos que me dei no começo do ano (quando as esperanças estavam em alta e eu esperava ler tipo, um livro por dia). Aí vem a realidade dura e fria e o trabalho e pessoas x, e aí a meta vai ficando assim….de lado. 🙁 Em Junho eu fiz a primeira atualização e agora vamos falar do resultado final.

Caso vocês queiram ver a lista completa de livros lidos esse ano, clique aqui. 

1 – Mais não-ficção: De todos os livros que li em 2014, apenas 18% foram de não ficção (17 de 92). Esse é um gênero que gosto muito e ao qual quero dedicar mais tempo de leitura. Comecei bem o ano, dos quatro livros que terminei até agora, três foram de não-ficção: Cartas a um jovem contestador de Christopher Hitchens, Bad Feminist de Roxane Gay e Um teto todo seu de Virginia Woolf. Os dois últimos, inclusive, entraram na lista de preferidos.

Resultado final: Até o presente momento dessa lista, li 96 livros. Foram 19 de não ficção – 20%. Portanto melhorei a porcentagem geral por muito pouco. Acho que ainda dá para me empenhar mais. Portanto vou me dar meia estrelinha por essa meta.

2 – Mais mulheres: O projeto #LeiaMulheres continua. Em 2014 , 39% dos livros que li foram escritos por mulheres. Esse ano, quero tentar chegar próximo dos 50%.

Resultado final: Pois veja que esse ano li…. 39% de livros escritos por mulheres. Ou seja, gigantesco flop perto do que eu queria chegar. Das leituras que faltam até o final do ano (5), 3 são de autoras, o que elevaria minha porcentagem para 42%. SE eu conseguir terminar os 3. Considerando que espero entrar em coma depois do Natal, não podemos esperar esse resultado. Nenhuma estrelinha.

3 – Literatura portuguesa e africana: Vergonhosamente, em 2014 li apenas UM livro de literatura portuguesa e UM de literatura africana. Fuéééén!!! Em 2015, pretendo corrigir isso colocando as duas como foco.

Resultado final: Um flop generalizado. Li 3 livros de literatura portuguesa e 1 de literatura africana. O foco sumiu.

4 – Finalizar séries: Eu tenho várias séries em aberto e outras tantas que quero começar a ler. Uma das metas desse ano, vai ser andar ou encerrar séries já iniciadas. Não tenho nenhum tipo de neura de ler tudo de uma vez ou algo do tipo. Prefiro, aliás, ler um livro por ano ou espaçar mais a leitura para não ficar muito presa em um mesmo autor. Coisas da minha cabeça. Séries que precisam se mexer:

Não quero necessariamente terminar todas, mas ler, pelo menos, um livro de cada e, com isso, termino pelo menos 3 séries. As séries que quero começar esse ano:

Resultado final: Mais um flop. Pelo menos me dei ao luxo de desistir completamente de séries que não estavam me animando em nada. Isso já é alguma coisa e abri espaço na estante para outras obras, que talvez sejam mais do meu interesse. Fuééééén!

5 – Calhamaços: Em 2014, li poucos livros com mais de 500 páginas por, assumo, uma pitada de preguiça e outra pitada de tenho-muitos-outros-livros-para-ler. Esse ano, separei os calhamaços que comprei na loucura de ler e encostei. Claro que isso pode (e provavelmente vai) impactar a meta quantitativa, mas o gostinho bom de terminar um livro de 1000 páginas deve superar isso. ?Nesse momento, estou encarando o ‘Eternidade por um fio’ do Ken Follet (e adorando). A lista ainda inclui: 2666, O pintassilgo, Os Luminares, Battle Royale, Cemitério de Praga, Novembro de 63 e Americanah.

Resultado final: Essa acho que fiquei no meio a meio – Li 2666, O pintassilgo, Novembro de 63 e Americanah. Além de terminar o Eternidade por um fio. Vai ser meia estrelinha também pela boa vontade. Mas ainda teremos muitos calhamaços para ler em 2016.

No geral, li bastante esse ano, mas não segui necessariamente essas metas específicas. Eu acho divertido criar esses projetinhos e, definitivamente, eles acabaram me tirando da zona de conforto em alguns momentos (como as séries YA). Para 2016, algumas dessas metas devem permanecer mais por teimosia minha do que por possibilidade de alcançá-las.

Bora para 2016!

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 às 5as – Metas para 2015 – Resultados”


 

Comentar