5 às 5as – 5 autores nórdicos de romance policial
por Thiago
em 07/07/16

for being a great teacher! (6)

Os idos de 2000 trouxeram para o novo século os mistérios nórdicos, mas nada de gnomos, trolls, goblins, orcs, magos bárbaros e dragões. Estou falando dos romances policiais destas terras geladas e, sim, se mata muito bem no frio.

Sei que estamos acostumados ao ar noir dos clássicos, ou até mesmo de um cenário de grandes cidades americanas, inglesas, francesas, enfim da Europa, que povoa a mente tupiniquim. Falando em povoar a mente, quando pensamos em países como Suécia, Finlândia, Islândia, Dinamarca, Noruega, temos em mente países de pessoas tranquilas, baixo índice de crimes, baixa desigualdade sócio-econômica, prosperidade, felicidade e liberdade sexual. A invasão dos romances policiais nórdicos nos mostra que as coisas não são bem assim, não há tanta prosperidade e felicidade em meio a neve.

Outros pontos diferentes que merecem atenção nestes livros são a dedicação, a descrição da paisagem e os detetives. Falando da paisagem, a influência do clima é presente em vários livros, como bonecos de neve, lagos congelados, a chegada do outono e a chegada da primavera. Já os policiais/detetives destes livros são reais, críveis, com problemas, vidas conturbadas, e erros que os tornam palpáveis, diferente dos detetives clássicos como a perspicácia e doçura de Miss Marple (personagem da autora Agatha Christie), os tiques  e a personalidade orgulhosamente cômica de Hercule Poirot (personagem também de Agatha Christie) ou a dedicação do comissário Maigret de Georges Simenon.

A lista abaixo merece vários outros nomes, mas tenho leitura apenas dos 3 primeiros. Deixe nos comentários qual você conhece, qual mais gosta e qual não deveria ter ficado de fora.

1 – Stieg Larsson:

O sueco que nasceu em 1954 e faleceu em 2004 foi um dos mais importantes jornalistas e ativistas dos direitos humanos de seu país. Conhecido pela trilogia Millennium (resenhada aqui, aqui e aqui), não chegou a ver sua obra publicada e sendo um sucesso absurdo, abrindo as portas para vários outros autores deste gênero e região.

stieg

2 – Henning Mankell:

Falecido em 2015, Henning é um dos escritores suecos mais lidos no mundo. Conhecido pelos romances que contam as histórias do inspetor Kurt Wallander, também foi dramaturgo e diretor de teatro. Mankell é um grande sucesso e assim como Larsson um ativista dos direitos humanos. Dividiu seus dias entre a Suécia e Moçambique, onde fundou o Teatro Avenida, em Maputo.

henning

3 – Jo Nesbo:

O meu autor favorito dos últimos tempos. O noruegues Jo Nesbo vive em Oslo. É compositor e economista, além de ser um dos escritores mais bem-sucedidos e aclamados na Europa atualmente. Seu primeiro romance policial estrelado pelo detetive Harry Hole tornou-se sucesso instantâneo na Noruega, conquistando o prêmio Glass Key por melhor romance nórdico de 1998.  Em 2004, Garganta vermelha, primeiro livro do autor publicado pela Editora Record, foi eleito o melhor romance policial de todos os tempos, pelos Clube do Livro Norueguês. Além disso Nesbo é músico e foi líder da banda pop Di Derre, tentou ser jogador profissional de futebol e estudou economia e análise financeira. Trabalhou como corretor de ações até não aguentar mais e enfiar a cara na carreira de escritor.

Jo Nesbo

Resenhei dois livros dele no site, aqui e aqui.

Na minha lista para conhecer, constam ainda:

4 – Arnaldur Indridason:

Ainda não li nada deste autor, mas pretendo resolver esta situação rapidamente lendo “O silêncio do túmulo”. Temos aqui um autor islandês, que trabalhou muitos anos como crítico de cinema, sendo assim há uma perceptível influência do cinema na sua obra. Assim como Nesbo e Henning, Indridason trabalha com um personagem presente em vários de seus romances policiais, no caso o detetive Erlendur Sveinsson, policial anti-social e solitário.

arnaldur-indridason-je-suis-beaucoup-plus-optimiste-que-le-heros-de-mes-polars,M116390

5 – Camilla Lackberg:

Mais uma autora vinda da Suécia e mais uma que não li, e pretendo mudar isso com “A princesa do gelo”. A jovem, bela, popular e premiada autora de 42 anos teve seu primeiro livro e grande sucesso foi em 2003 e assim foram em praticamente todos os anos seguintes. Esta mulher é uma hit maker que estou ansioso pra ler.

camilla

Postado em: 5 às 5ªs

2 Comentários em “5 às 5as – 5 autores nórdicos de romance policial”


Avatar
adriana balreira em 15.07.2016 às 14:26 Responder

Já li livros dos Arnaldur Indridason, Henning Mankell e Stieg Larsson! Amei todos!

Avatar
Thiago em 19.07.2016 às 11:36 Responder

Vai gostar do Jo Nesbo então. Quero começar o Indridason ainda. Abraço.


 

Comentar