5 às 5as – Metas para 2015
por Patricia
em 22/01/15

Unknown

Já comentei aqui mais de uma vez que todo ano me dou um desafio literário. Começo com uma meta quantitativa – quantos livros quero ler no ano – e insiro algumas metas qualitativas. Isso começou há alguns anos quando conversava com um professor universitário com seus 67 anos, bilíngue e já em idade de se aposentar, mas sem a mínima vontade de parar com as aulas. Ele comentou sobre seu pai que já beirava os 100 anos e seguia mentalmente são e cheio de idéias e projetos. Ele me disse que, anualmente, seu pai pensava em um tema sobre o qual sempre quis aprender. Em um ano, estudou tudo o que pôde sobre aviação. No ano seguinte, o tema foi carros e assim por diante. Ele vinha fazendo isso desde seus 70 anos e sua mente continuava ágil e alerta.

Eu entendo zero coisas de neurologia e afins, mas gostei muito da idéia de criar alguns desafios desse tipo. O jeito mais fácil para mim seria fazê-lo com livros gerais e não necessariamente com um tema único porque eu acabaria entediada. Foi assim que comecei com essa coisa de desafios, tabelas e tudo o mais. Não vejo a leitura como uma competição e em nenhum momento comparo meus números com o de outras pessoas. É bom lembrar que cada um lê como, quando, onde e quanto pode. Mas sim, criar esse tipo de desafio me ajudou a ler mais e melhor. Tenho lido mais livros a cada ano que passa e, aos poucos, vou diminuindo a resistência de sair da caixinha e ler o que posso não gostar sem frescuras.

Minha meta para 2015 é ler 100 livros (8 a mais que em 2014). Entre as metas qualitativas que criei, aqui vão as 5 principais:

1 – Mais não-ficção: De todos os livros que li em 2014, apenas 18% foram de não ficção (17 de 92). Esse é um gênero que gosto muito e ao qual quero dedicar mais tempo de leitura. Comecei bem o ano, dos quatro livros que terminei até agora, três foram de não-ficção: Cartas a um jovem contestador de Christopher Hitchens, Bad Feminist de Roxane Gay e Um teto todo seu de Virginia Woolf. Os dois últimos, inclusive, entraram na lista de preferidos. Resenha desses deve sair em breve. 😉

2 – Mais mulheres: O projeto #LeiaMulheres continua. Em 2014 , 39% dos livros que li foram escritos por mulheres. Esse ano, quero tentar chegar próximo dos 50%.

3 – Literatura portuguesa e africana: Vergonhosamente, em 2014 li apenas UM livro de literatura portuguesa e UM de literatura africana. Fuéééén!!! Em 2015, pretendo corrigir isso colocando as duas como foco. Pelo menos ler dois livros de cada né?! 😛 (Em uma pequena defesa, em 2014 foquei bastante em literatura brasileira – foram 23 livros).

4 – Finalizar séries: Eu tenho várias séries em aberto e outras tantas que quero começar a ler. Uma das metas desse ano, vai ser andar ou encerrar séries já iniciadas. Não tenho nenhum tipo de neura de ler tudo de uma vez ou algo do tipo. Prefiro, aliás, ler um livro por ano ou espaçar mais a leitura para não ficar muito presa em um mesmo autor. Coisas da minha cabeça. Séries que precisam se mexer:

Não quero necessariamente terminar todas, mas ler, pelo menos, um livro de cada e, com isso, termino pelo menos 3 séries. As séries que quero começar esse ano:

5 – Calhamaços: Em 2014, li poucos livros com mais de 500 páginas por, assumo, uma pitada de preguiça e outra pitada de tenho-muitos-outros-livros-para-ler. Esse ano, separei os calhamaços que comprei na loucura de ler e encostei. Claro que isso pode (e provavelmente vai) impactar a meta quantitativa, mas o gostinho bom de terminar um livro de 1000 páginas deve superar isso. 😉 Nesse momento, estou encarando o ‘Eternindade por um fio’ do Ken Follet (e adorando). A lista ainda inclui: 2666, O pintassilgo, Os Luminares, Battle Royale, Cemitério de Praga, Novembro de 63 e Americanah.

Tentarei fazer uma atualização dessas metas daqui a 6 meses.

E vc? Planejam as leituras ou criam alguma meta?

Postado em: 5 às 5ªs

Nenhum comentário em “5 às 5as – Metas para 2015”


 

Comentar