Arquivo por Autor



Resenha – Aldeia dos mortos
por Juliana Costa Cunha
em 10/06/20

Nota: Aldeia dos mortos, da escritora Adriana Vieira Lomar, foi lançado em 2020 pela Editora Patuá. Adriana é Carioca, mas tem família no estado de Alagoas, no nordeste brasileiro e, por isso, a história tem um pezinho nos causos nordestinos, referências ao poeta Manoel Bandeira e também a Lampião. A Aldeia onde se passa a
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Patriotismo
por Juliana Costa Cunha
em 01/06/20

Nota: Gostaria de começar esta resenha informando às pessoas que ela pode conter gatilho e, portanto, a obra em questão idem visto que aborda o tema do suicídio. Yukio Mishima é um dos autores que sempre quis me aproximar de sua obra, mas por coisas e outras da vida essa aproximação demorou. Eis que agora,
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – No útero de Paulo, o embrião não nascerá
por Juliana Costa Cunha
em 25/05/20

Nota: Tenho certeza que você leitora ou leitor já foi fisgada/o por uma capa de livro ou por seu título. Duvido que isso não tenha acontecido com você pelo menos uma vez. Comigo acontece sempre. As duas coisas. Não poderia ser diferente com este livro, não é mesmo? O que esperar de um livro com
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Audre Lorde Irmã Outsider
por Juliana Costa Cunha
em 21/04/20

Nota: “Como uma lésbica negra, feminista e socialista de 49 anos, mãe de dois, incluindo um menino, e integrante de um casal interracial, eu geralmente me percebo como parte de um grupo definido como outro, desviante, inferior ou simplesmente errado. É tradição, na sociedade americana, esperar que os membros dos grupos oprimidos e objetificados se
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Muito além do corpo
por Juliana Costa Cunha
em 08/04/20

Nota: Luzilá, pesquisa a história das mulheres no século 19. É professora da UFPE e minha conterrânea. Seus estudos na perspectiva de gênero, entre outras questões, se baseiam na liberdade. E, para ela, o amor é liberdade. Muito além do corpo foi publicado em 87. É narrado por uma mulher (suas obras são sempre narradas
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Os Testamentos
por Juliana Costa Cunha
em 30/03/20

Nota: Li recentemente o Conto da Aia, escrito por Margaret Atwood nos anos 80. Uma distopia que, aqui no Brasil, ganhou fôlego após a adaptação do livro pela série intitulada The Handmaid’s Tale. Não fiz a resenha aqui, pois o livro não me impactou como aconteceu com a maioria das mulheres que o leram ou
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – Horses
por Juliana Costa Cunha
em 16/03/20

Nota: Horses é o livro de estreia de Agnaldo de Assis Nascimento e seu título é uma homenagem a Patti Smith e sua música de mesmo nome. Agnaldo também é vocalista e guitarrista da banda Versus Mare. Portanto, o universo musical está na vida do autor, assim como a vida do autor está neste universo.
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – A imensidão íntima dos carneiros
por Juliana Costa Cunha
em 02/03/20

Nota: A imensidão íntima dos carneiros escrito por Marcelo Maluf, foi ganhador do Prêmio SP de Literatura na categoria autor estreante. E também foi finalista dos Prêmios Jabuti e do APCA. Marcelo inicia seu livro nos dizendo: “o medo estava no princípio de tudo”. E assim temos um primeiro capítulo dos mais lindos que já
Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Resenha – História do Movimento LGBT no Brasil
por Juliana Costa Cunha
em 17/02/20

Nota: Em alusão aos 40 anos de criação do Movimento LGBT no Brasil, a editora Alameda publicou História do Movimento LGBT no Brasil. A obra foi organizada por James N. Green, Renan Quinalha, Marcio Caetano e Marisa Fernandes. Na obra é feita uma análise do processo de transição política no Brasil, do final dos anos
Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Resenha – A silenciosa inclinação das águas
por Juliana Costa Cunha
em 03/02/20

Nota: Segundo volume (que é dividido em dois livros) da trilogia proposta por Alex Sens, A silenciosa inclinação das águas, traz uma narrativa mais situada geograficamente. Aqui, as personagens estão vivendo suas dores e delícias entre o Brasil e a Noruega. Magnólia… que saudade que eu estava dessa personagem irritante. Na primeira parte do livro,
Postado em: Resenhas
Tags: , ,