Quarentena com o Poderoso – Séries antigas para maratonar
por Patricia
em 18/05/20

Durante essa quarentena – quando escrevo isso, já passei dos 50 dias em casa – tenho tido pouca paciência para ler. Por isso, quando preciso espairecer a cabeça, tenho recorrido a boas e velhas séries que posso assistir por horas a fio e ficar bem.

Mencionei em minha lista de séries novas que fiz uma maratona de The Office no começo da quarentena e decidi seguir em frente maratonando outras séries que queria ver desde o começo e na ordem certa. São todas séries que já finalizaram então a gente fica traquino de não ter que lidar com cancelamento que deixam enredos inacabados e acho que, nesse momento, precisamos de coisas que acabem na hora e do jeito certo.

Will and Grace – Disponível no Globo Play

Will and Grace foi ao ar de 1998 a 2006 tornando-se a sitcom mais assistida dos Estados Unidos na época. Seguindo a vida dos amigos que dão título à série, seus dois companheiros malucos e completamente fora da caixa, Jack e Karen, a série rendeu boas risadas. O mais interessante de acompanhar os episódios anos depois é ver o impacto do politicamente correto. Em seu tempo, a série foi vista como progressista trazendo temas relacionados ao mundo gay para a mídia mainstream. Mas as piadas também continham doses de gordofobia e xenofobia que hoje talvez não fossem aceitas. Indicada a 91 Emmys durante seus anos no ar, a série rendeu prêmios a todos os atores principais.

A grande sacada foi que, 11 anos depois, em 2017, renovaram a série para mais 3 temporadas com o elenco original. Assistir essa nova versão deixou claro que os roteiristas estão cientes de seu tempo. As piadas duvidosas diminuíram drasticamente e os personagens se tornaram mais politizados mas sem perder a graça e a essência.

Everybody Loves Raymond – Disponível no Globo Play

Baseada na comédia para a família de Ray Romano, a série acompanha Raymond, sua esposa e seus três filhos na encruzilhada que é viver do outro lado da rua de seus pais – que são um tanto….carentes.

A série é daquelas limpas, ou seja, para assistir com toda a família mesmo. Não há grandes contextos políticos, grandes discussões sociais, palavrão, nem mesmo a palavra sexo vai aparecer muito. Tudo gira em torno da família italo-italiana que é uma amálgama de gente divertida. E é boa justamente por isso, para poder tirar nossa cabeça de tudo o que acontece hoje.

Com episódios que foram ao ar de 1996 a 2005, o sucesso foi tanto que gerou uma versão russa (!!) chamada The Voronins que, recentemente, se tornou a adaptação mais longa da TV batendo 400 episódios.

That 70’s show – Disponível na Netflix

A série tem como foco 6 amigos que vivem na década de 70 na pequena Point Place em Wisconsin. Com muito bom humor, veremos eles atravessarem uma das épocas mais insanas do mundo: os resultados da revolução sexual, o encontro com drogas (há diversas rodas em que os atores aparecem sob uma forte..névoa…falando coisas sem sentido…cof, cof), a emenda de direitos igualitários para as mulheres até a febre Star Wars que começou em 1977.

É o tipo de série para ver sem os pais por perto e para rir alto. Foram 8 temporadas – de 1998 a 2006 e quase todos os atores seguiram carreiras sólidas em Hollywood.

The Fresh Prince of Bel Air – Disponível na Netflix

A série que lançou Will Smith ao estrelato (e ao Youtube) foi ao ar de 1990 a 1996 – é a mais antiga dessa lista. Eu tinha 3 anos quando ela saiu, portanto, não preciso dizer que só fui acompanhar a série toda anos depois de já ter sido finalizada.

Smith é um jovem da periferia de Philadelphia que vai viver com seus tios ricos em Bel Air, na Califórnia. O choque de cultura, de classe, de geração é evidente e hilário. Além disso, a série não foge de discutir raça já que o elenco principal é negro vivendo em um mundo antes disponível apenas para brancos. Re-assistir a série, anos depois, com mais bagagem, me permitiu entender muito melhor o contexto que a série reproduziu. Piadas que passaram despercebidas quando eu era adolescente, tiverem um peso muito maior depois que conheci mais do mundo e da sociedade em que vivemos.

***

São essas as dicas do momento. Sigo com uma lista que parece infinita de séries antigas para assistir ou re-assistir desde o começo e aceito indicações. 😉

Fiquem bem!

Postado em: Dica de série

Nenhum comentário em “Quarentena com o Poderoso – Séries antigas para maratonar”


 

Comentar