Semana de Cinema – Fruitvale Station: A Última Parada
por Thiago
em 22/07/14

Nota:

capa

 

Fruitvale Station é um filme difícil de resenhar, pois além de nos trazer uma história real, mostra um enredo onde o conflito final, a tragédia retratada é a espinha dorsal da película.

A trama se baseia em um acontecimento de 2008, quando um grupo de jovens desceu à noite na estação de trem de Fruitvale, em Oakland, na Califórnia, para celebrar o Ano Novo e se envolveu em um conflito armado, algo que gerou um atrito com a polícia. Excessos da polícia não são exclusividade do Brasil, e a tragédia da Estação Fruitvale foi registrada por vários celulares, gerou protestos, ganhou os jornais nos EUA e o caso chegou aos tribunais americanos em julho de 2010.

images (28)

O filme repassa o dia inteiro de  Oscar Grant III, de 22 anos – interpretado pelo ator Michael B. Jordan – e nos apresenta sua rotina. Ryan Coogler, diretor e roteirista do filme, tenta criar a imagem de Oscar como um herói contra o determinismo social, lutando para manter-se fora da prisão, longe do tráfico e mais próximo de sua filha pequena.

Oscar nos é mostrado como alguém que está tentando mudar de vida, se tornar alguém melhor, e isso ocorre nos detalhes do filme. Comecei cada vez mais a torcer pelo protagonista, pois trabalha com a ideia de esperança de que podemos mudar para melhor, que por pior que seja o contexto em que nos encontramos há ainda solução e, teoricamente ela dependeria da nossa vontade e ação.

Neste filme de 2013, alguns problemas sociais que hoje se tornam comuns no mundo, fazem dele algo capaz de tocar pessoas em variados países e situações sócio econômicas diferentes. Além disso há um teor educativo em relação a esteriótipos, preconceitos e racismo, para aqueles que ainda não compreendem muito bem tais problemas (sim, ainda existem pessoas preconceituosas e racistas pelo mundo, e muitas delas com poder).

O filme trouxe também um formato diferente por tratar das 24 horas antes do ocorrido, quase como um documentário. O diretor estreante, Coogler, conseguiu seguir sua linha narrativa e leva o espectador pra onde ele quer com muita facilidade (pelo menos foi assim comigo). Falando em estreantes, temos o protagonista, Michael B. Jordan, ator pouco conhecido que está muito bem no papel, quero ver este ator em mais bons filmes logo.

Antes que você veja o filme segue um aviso: é um filme triste, muito triste, daqueles de fazer chorar.

Obs: a mania irritante de explicar o título quando o traduzimos é muito esquisita. Será que seria tão problemático deixar o título original que é simplesmente Fruitvale Station?

images (29)

 

Bom filme a todos!

 

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana de Cinema – Fruitvale Station: A Última Parada”


 

Comentar