Netflix com o Poderoso – Bojack Horseman
por Thiago
em 20/06/16

Nota:

bojack 1

A série Bojack Horseman de 2014, exclusiva Netflix, já conta com duas temporadas em streaming no site e dia 22 de julho estréia a terceira.

Bojack é um desenho com animais, mas é profundo, sociológico, filosófico e BIZARRO, extremamente bizarro. Não é um programa para adolescentes ou mesmo para jovens. Não digo isso apenas por causa da baixaria, palavrões, drogas, violência e sexo. Tudo isso, aliás, pode aparecer em uma mesma cena. Bojack Horseman, para ser aproveitado na íntegra, exige do espectador um apurado senso de humor para interpretar sem se ofender com as piadas. Digo ainda, que o telespectador precisaria ter ao menos 25 anos, iria dizer 30, mas 25 tá bom. Quer dizer…quem sou eu pra definir quem pode ver ou não algo, mas depois não diga que não avisei. 😉

Acredito que a mente do escritor e produtor da série, Raphael Bob-Waksberg seja extremamente sagaz e bizarra.

 

bojack 2

 

Bojack Horseman fala de fracasso, decepção, fala de quebrar a cara várias e várias vezes seguidas. O desenho fala de decadência. Decadência moral individual, decadência da sociedade como um todo, da sociedade dos Estados Unidos, da mídia, das nossas formas de entretenimento, dos nossos relacionamentos, e por aí vai.

A série que divide a tela entre humanos e animais nos apresenta seu personagem principal: um cavalo. Mas não um cavalo que anda nas quatro patas, a maioria dos animais da série andam boa parte do tempo de maneira humanóide. Bojack, o cavalo, era o astro de uma série de tv, uma sitcom dos anos 90 e agora o que resta é apenas a fama do passado. Mora em uma mansão em Hollywood e vive reclamando de tudo, chafurdando em drogas e tentando levantar da lama uma carreira moribunda.

Quando peguei Zika (doença) e fiquei de molho em casa vi as duas temporadas quase sem parar. Como os episódios são curtos, de aproximadamente 25 minutos, foi uma maratona fácil em relação ao tempo. Me fez pensar em um monte de coisas na verdade, e, por outro lado, teve lá sua dificuldade. Por mais que muitas vezes a zueira no desenho seja apenas pela zueira, há muita crítica social e conteúdo aqui, enfeitada com muitas referências da cultura pop mundial, principalmente da década de 90.

Ver este desenho faz pensar muito na vida, faz pensar onde estamos e aonde queremos estar. Faz pensar onde estávamos e por qual motivo não chegamos aonde queríamos. Afinal, como paramos no momento presente? Quais foram nossas escolhas? O que nos moldou? O que cremos ser e o que realmente somos.

Estamos em uma época de desenhos pirados, alguns se disfarçando de conteúdo infantil ou adolescente, como Titio avô, Apenas um show e Hora da aventura. A diferença destes desenhos para Bojack é que ele é assumidamente para um público adulto e escacara isso, jogando na nossa cara a sociedade estranha em que vivemos e a pessoas bizarras nas quais estamos nos tornando.

Boa série a todos.

Postado em: Netflix, Semana de Cinema
Tags:

3 Comentários em “Netflix com o Poderoso – Bojack Horseman”


Avatar
Rodrigo em 20.06.2016 às 18:56 Responder

TERCEIRA TEMPORADA EH DIA 22 DE JULHO! EITA CTRL C+V

Avatar
Patricia em 20.06.2016 às 22:48 Responder

Sim!! Contando os dias! 😀

Avatar
Thiago em 20.06.2016 às 23:10 Responder

Verdade, tinha visto pelo imdb a data mas conferi agora e é dia 22 mesmo, alterando já. Valeu!


 

Comentar