Semana de Cinema – Assim é o amor (Beginners)
por Patricia
em 28/08/13

Nota:

images

Primeiro, vou começar logo de cara dizendo que esse é o título mais mal traduzido da História do mundo desde que o cinema foi inventado. O título original é Beginners – o que poderíamos traduzir como Iniciantes. Vou voltar a isso….

A história gira em torno de Oliver que acabou de perder o pai. Seis meses depois de ficar viúvo, seu pai faz uma revelação chocante: aos 75 anos, ele sai do armário. Apesar de ter sido casado por 30 anos, Hal quer assumir seu lado gay e fazer tudo o que não pôde até agora. Além dessa informação chocante, ele também está entrando na fase terminal de um câncer.

Em pouco tempo, seu pai muda radicalmente de vida: encontra um namorado mais novo, começa a frequentar festas, muda seu guarda-roupa…e se torna quem ele sempre foi. Entende porque o título Iniciantes seria muito mais correto? Hal, aos 75 anos, vive como alguém que começa a definir sua identidade…um jovem decidindo o que fazer da vida.

Oliver não fica atrás….em uma festa, ele conhece Anna – uma atriz francesa que está de passagem pela cidade só enquanto trabalha em seu filme mais recente. Aos 38 anos, enquanto ele acha que já passou por tudo, ele encontra alguém que o faz repensar as coisas. Como se ele estivesse começando uma nova fase da vida…iniciante! Entende? ENTENDE???

Argh! Não sei o que acontece com essas distribuidoras de filmes…

O filme é uma sequência de cenas do passado e a vida de Oliver hoje. Vemos ele com sua mãe quando criança, com eu pai no hospital e com Anna atualmente.

Beginners-Laurent-McGregor

O filme tem um ritmo lento. Nada é entregue de maneira simples justamente porque a história vai e volta entre passado e presente, às vezes, nos confundindo. A história de Oliver e Anna é um pouco sem gosto. O foco mesmo é a história de Oliver e seu pai que envolve aceitação, mudança, drama, tristeza, alegria e tudo o mais que uma família enfrenta no dia a dia.

Além disso, enquanto Oliver tenta estudar a história de seus pais – algo que o incomoda desde criança – ele vai aprendendo que ambos sofreram por ser diferentes da norma: seu pai escondendo que era gay e sua mãe descobrindo que era judia numa época em que Hitler foi eleito o homem do ano pela revista Time (1938). O casamento de seus pais foi o resultado de duas pessoas oprimidas pelas suas respectivas realidades.

Apesar de Oliver ser um homem, hétero e branco, ele parece se sentir oprimido por alguma coisa. Talvez por uma tristeza intensa da qual ele não consegue se livrar. Aos poucos, ele começa a reavaliar algumas coisas em sua própria vida e finalmente entende algo sobre a vida de seu pai…ele nunca desistiu. Seu pai foi oprimido mas nunca desistiu de viver a vida que queria ainda que tivesse que esperar muito tempo para o momento certo.

Esse não é um filme leve pelos temas que aborda mas é filmado com uma leveza que chega a ser tocante.

E vamos falar de Christopher Plummer?? Aos 82 anos levou o Oscar de melhor ator por interpretar um gay sem se esquivar de beijos quentes na telona e de um papel que, certamente, assustaria a maioria dos atores de sua geração.

Separe a caixa de lenço e aproveite um filme que chamou pouca a atenção, infelizmente. Merece muito mais.

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana de Cinema – Assim é o amor (Beginners)”


 

Comentar