Semana de Cinema – Em ritmo de fuga (Baby Driver)
por Thiago
em 25/07/17

Nota:

Estava muito curioso em relação a Baby Driver, primeiro pelo elenco ter muitos atores que gosto e segundo por ser dirigido por Edgar Wright, diretor de comédias meia boca e do ótimo Scott Pilgrim. Mesmo com minha curiosidade não esperava muita coisa e fui surpreendido. Adoro quando isso acontece.

Bom, vamos a sinopse: diferente do filme de ontem (Transformers – o último cavaleiro) aqui tem uma história, mesmo que batida e de roteiro fraco, mas há história ao menos, talvez uma que te faça lembrar de vários outros filmes que já viu, aqueles que tem uma pessoa habilidosa ao volante envolvida no mundo do crime como personagem principal – como em Driver com Ryan Gosling, por exemplo. Se tiver essa sensação estará certo sim, mas a história é contada de maneira diferente, já vou explicar como.

Nossa, falei tanto que nem dei a sinopse ainda, vamos a ela de verdade: O jovem Baby (Ansel Elgort), excelente motorista, é o piloto de fuga oficial dos assaltos de Doc (Kevin Spacey), mas não vê a hora de deixar o cargo, principalmente depois que se vê apaixonado pela garçonete Debora (Lily James). Basicamente é isso, mas vamos para as partes não tão básicas que tornam este filme algo muito interessante.

Baby tem uma mania que dita o ritmo do filme, precisa ouvir músicas o tempo todo para silenciar o zumbido que perturba seus ouvidos desde um acidente na infância. Assim, a música dá o ritmo ao filme, a trilha sonora é incrível, mas é usada de uma forma diferente, como se estivesse ali de maneira palpável. Muitas tomadas precisam da música pra fazer sentido. Aqui você encontra a lista da trilha sonoroa e uma playlist do Spotfity.

Assim temos um filme de carros velozes, uma comédia, um filme sobre criminosos e um musical. Edgar Wright conseguiu fazer com que tudo isso funcionasse bem em um longa de ação leve e que prende a atenção todo o tempo.

Foi muito interessante ver este filme um dia depois de ter visto Transformers, sem dúvida isto fez este filme ser melhor do que realmente é, mas vale notar que os dois filmes tem vários elementos similares como carros, ação, crimes, comédia, atores renomados em papéis secundários. O tempo todo, enquanto via o filme, pensava “nossa isso que é um filme de ação de verdade”.

No meio de tantos bons atores, até mesmo Jon Bernthal (O Justiceiro) e o Flea (baixista do Red Hot Chili Peppers) fazem uma pequena aparição.

Entretanto vale ressaltar que Jamie Foxx se destaca, o cara está impecável, em um papel perfeito pra ele.

Não posso deixar de mencionar Kevin Spacey, que em alguns momentos até lembra Underwood em House of Cards; Jon Hamm, talvez vocês o conheçam pelo seriado Mad man, e Elza González, confesso não conhecia. O elenco principal, composto pelos últimos quatro nomes citados mais Ansel Elgort (que quase some em meio aos demais) e Lily James (Cinderella) funcionam muito bem.

O filme é bem redondo, o tempo da piada, da ação e dos dramas são amarrados com música e atuações de alto nível. Se quiser ver um bom filme de ação, que vá te distrair, relaxar e valer a entrada do cinema, vá ver “Em ritmo de fuga” (péssima tradução por sinal).

Bom cinema a todos.

 

 

 

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana de Cinema – Em ritmo de fuga (Baby Driver)”


 

Comentar