Semana de Cinema – Harry Brown
por Thiago
em 26/02/14

Nota:

 

hb

Já faz um tempo que o cinema resolveu usar os quase extintos heróis de ação que resolviam tudo sozinho em novos filmes, onde os mesmos já bem mais velhos ainda mostram o quão durões são.

Nessa brincadeira muita porcaria foi feita, como os Mercenários ou Amigos do Stallone, Red e alguns outros caça níqueis, porém no meio dessa onda o mar não devolveu só porcaria, coisas boas como Gran Torino com o rei dos brucutus Clint Eastwood e Busca implacável com Liam Neeson, mas o filme de hoje é outro.

Apresento pra vocês Harry Brown, com Michael Cane, um dos meus atores preferidos. Primeiro longa do diretor Daniel Barber e o roteiro é assinado por Gary Yong.

Não sei bem o motivo mas este filme passou meio despercebido pelo grande público. Aqui Caine interpreta um ex marinheiro setentão da coroa inglesa, que dá nome ao filme; o interessante aqui é que na vida real, entre os anos de 1952 e 1954, serviu ao Exército Britânico, chegando a ser mandado para a Guerra da Coréia (1950 – 1953). Além disso seu personagem mais marcante foi Harry Palmer, um espião britânico que também resolvia tudo sozinho em 4 ou 5 filmes, como Arquivo Confidencial de 1965.

Deixando o ator de lado um pouco vamos voltar ao filme. Enfim, nosso ex marinheiro mora num bairro que já foi bom no subúrbio de Londres, mas agora é dominado por gangues, drogas, violência e crimes em geral. As coisas acontecem quando seu melhor amigo é assassinado  e o culpado sai em liberrdade e a polícia não dá a mínima (até parece o Brasil né?).

O papel de melhor amigo ficou a cargo de David Bradley, conhecido do grande público por interpretar Argus Flinch na série de filmes do Harry Potter, o zelador de Hogwarts, ou mais recente por seu Lorde Walder Frey no seriado Guerra dos Tronos.

Depois deste episódio Harry Brown resolve chutar o balde e declarar guerra a gangue envolvida, resolve limpar o bairro sozinho, utilizando toda sua vasta experiência militar. O interessante aqui e que faz deste, pra mim, o  melhor filmde deste estilo, melhor até que o fantástico Gran Torino, é que Michael Caine interpreta alguém realmente velho, com todas as suas limitações para um combate corpo a corpo. Não há um senhor grande como Liam Neesom ou ameaçador como o velho Clint, há um senhor que leva uma vida pacata e é levado a encarar os fantasmas e traumas da época em que esteve em campo de batalha pela marinha inglesa. Aqui a complexidade do personagem é enorme e se vê nos detalhes da interpretação de Caine.

Obs: não precisa nem dizer que minha nota pra esse filme é de cinco cafés, pints de cerveja ou qualquer outra bebida com seu respectivo recipiente que for do seu agrado.

Vou parar por aqui para não contar muitos detalhes e estragar as supresas e detalhes que o filme reserva.

Espero que gostem, bom filme para todos!

images (13)

 

Postado em: Semana de Cinema
Tags:

Nenhum comentário em “Semana de Cinema – Harry Brown”


 

Comentar