Dica de estreia: Vingadores: Ultimato
por Ragner
em 02/05/19

Nota:

“Parte da jornada é o fim”

Ultimato é uma celebração catártica para os fãs que assistiram a todos os filmes do MCU (sigla para “Marvel Cinematic Universe) nesses 11 anos. E digo isso porque tal filme culmina em um dos finais mais fenomenais que já assisti no cinema. Maior do que Senhor dos anéis – o retorno do rei ou Harry Potter e as relíquias da morte 2 (Star Wars não, pois já temos outra trilogia não concluída). É o fim de uma jornada absurdamente gigantesca, repleto de referências e situações que remetem aos filmes anteriores e aos amantes de quadrinhos (algumas cenas são dedicadas aos leitores).

O filme segue com as consequências diretas de Guerra infinita e as cenas pós créditos de Homem Formiga e Vespa e da Capitã Marvel. Após mostrar mais efeitos do estalo e depois de resolver questões basilares que juntarão a equipe, o filme ruma para a confirmação e desfecho da saga do infinito. Muito fan service é apresentado, vários easter eggs disponibilizados e diversas referências distribuídas durante 3 horas de filme. Vingadores Ultimato é um evento.

O começo mostra o impacto (nas pessoas e no planeta) da ação de Thanos. Os heróis não conseguem conviver com a derrota e passam por dificuldades para superar os traumas sofridos com a passagem do tempo. Se eles acreditavam que poderiam se redimir atacando diretamente o vilão, percebem que a pura vingança não é o bastante e outras questões precisam ser resolvidas. Até encontrar respostas para viajar no tempo, reunir toda a equipe e derrotar o inimigo, muito precisa ser feito.

Ultimato se utiliza de dramas pessoais, reconciliação, tramas familiares (com ou sem laços de sangue) e trabalho em equipe (e que equipe!), com mais emoção e significado do que todos os outros filmes. E é exatamente isso que faz do filme o maior até agora. Vingadores foi uma ode para os fãs de quadrinhos e mundo nerd que uniu os heróis mais poderosos da Terra, Guardiões da galáxia envereda pelos confins do universo, mostrando que nosso planeta não está sozinho e em Guerra civil assistimos o racha entre os líderes do grupo. Em Ultimato podemos acompanhar, além do desfecho de uma saga grandiosa, todas as consequências do entrelaçamento e resolução da primeira grande saga Marvel.

O foco desse filme recai nos 6 personagens originais da equipe (nos cinemas). Todos os outros aparecem, todos possuem importância, mas cabe aos 6 a responsabilidade desse desfecho (direta ou indiretamente). E é exatamente com Steve Rogers e Tony Stark que os maiores delírios acontecem. Capitão sempre foi digno de ser um herói e o Homem de ferro se transforma no herói que deveria ter sido desde o começo.

Uma informação importante: nos quadrinhos, Vingadores e Guardiões da galáxia fazem parte do 2º e 3º escalão da Marvel. A casa das ideias tem no Homem Aranha e X-Men seus principais heróis (que agora são integrantes do mundo Disney). Foi nos cinemas que, após Homem de ferro 1 e com todo o universo sendo perfeitamente conectado, Vingadores se tornou referência e é idolatrado.

Avengers Assemble

Postado em: Resenhas
Tags: ,

Nenhum comentário em “Dica de estreia: Vingadores: Ultimato”


 

Comentar