Quarentena com o poderoso – Quadrinhos
por Ragner
em 06/05/20

Durante a quarentena, que ainda não tem data certa de terminar, postamos algumas dicas para vocês aqui no Poderoso. Nossa coluna Quarentena com o Poderoso tem a intenção de ajudar a passar o tempo, indicar livros, séries, documentários, filmes, quadrinhos e o que mais puder ser útil durante esses tempos difíceis. Hoje vamos com alguns quadrinhos que já passaram por aqui e que ganharam 5 canecas do mais gostoso café quentinho.

1 – Blues

download

“Crumb dá uma aula histórica sobre o blues e seus lamentos recorrentes. Aqui podemos acompanhar todo o efeito de pré-conceito familiar. Aprendemos como os brancos não prestavam atenção no que os negros cantavam e como até entre eles existia rixa, com desprezo fornecido pelos religiosos ou aqueles “respeitáveis” da própria cor. A própria comunidade negra via com maus olhos a cantoria que, para alguns, era do tinhoso ou embalava festas regradas a putas e cafetões. Inegavelmente podemos entender como a perversão, luxuria e condição viciosa conduzia o ritmo e também lemos sobre as lendas que ensinam sobre encruzilhadas e pactos com o diabo, mas claro que não é somente isso.”

2 – Gabo: Memórias de una vida

9788415530213

“Em “Gabo: Memórias de una vida mágica” temos uma adaptação belíssima da vida do autor – com alguns flashbacks para o passado e algumas passagens que nos mostram o futuro. Tudo começa com Gabo e sua família em uma viagem de carro onde embarcamos junto. O livro foi traduzido para o português e publicado pela Editora Veneta no Brasil – que tem uma definição de ‘Quem somos’ das mais interessantes: “Essa editora tem como responsabilidade social desafiar as convenções, os consensos manufaturados, as autoridades em geral e, se necessário, seus leitores”. (Publica Gabo e ainda me cria um lema desse? Já virei fã!)”

3 – Reportagens

joe-sacco-1

Reportagens é meu primeiro quadrinho do autor, já faz tempo que queria ler algo dele. Sacco é um maltês radicado nos EUA desde molequinho. Formou-se em jornalismo pela universidade de Oregon em 1981, mas logo deixou a área pra se dedicar aos quadrinhos. Sua maneira de trabalhar acabou juntando as duas áreas, o jornalismo e os quadrinhos, criando assim o “jornalismo em quadrinhos”. As primeiras páginas nos trazem um texto de Sacco apresentando sua maneira peculiar de trabalhar, demonstrando para o leitor desavisado a seriedade da obra que tem em mãos. O texto introdutório é algo como um manifesto sobre este estilo de trabalho, uma análise do jornalismo tradicional e uma boa resposta as críticas que recebe.”

4 – Hellblazer

Hellblazer

“Você deve ter assistido (ou pelo menos ouvido falar de) um filme chamado Constantine. Não? Pois então, além de perder minutos de um filme interessante, você também perdeu a chance de conhecer John Constantine, a estrela da série Hellblazer. O personagem visto nas telas do cinema, representado por Keanu Reeves, deixou de fora os traços marcantes do personagem dos quadrinhos, mas ainda assim foi bem representado: o Constantine original é inspirado no cantor Sting, e por isso tem os cabelos loiros. O cabelo e o seu sobretudo marrom são a marca registrada deste personagem memorável.”

5 – Minha coisas favorita é monstro

Emil Ferris é, no momento, o que no linguajar popular chamamos de “a dona da porra toda”. Ganhou diversos prêmios e, entre eles, aquele que é considerado o Oscar dos quadrinho, o Prêmio Eisner. Sinceramente, basta pegar este livro e dar uma passada de vista nele e suas ilustrações para entender tantos prêmios. Passei dias “lendo” as ilustrações antes de, de fato, ler o texto do livro. Ferris desenha em papel pautado e com esferográficas (as famosas canetas Bic.). E é lindo como ela se utiliza das linhas do papel pautado pra compor seus desenhos. É um nível de detalhamento que espanta. Ainda mais quando fui pesquisar mais sobre sua história.”

Postado em: Resenhas
Tags:

Nenhum comentário em “Quarentena com o poderoso – Quadrinhos”


 

Comentar