Resenha – A história de Rolando Boldrin: Sr. Brasil
por Bruno Lisboa
em 09/08/17

Nota:

 

Rolando Boldrin é, sem sombra de dúvida, umas da principais figuras quando o assunto é a cultura nacional.  Natural de São Joaquim da Barra (interior de São Paulo), Boldrin tem em seu vasto (e premiado) currículo o reconhecimento como ator de vários filmes premiados, novelas e peças de teatro. Como se isso não bastasse, ele se estabeleceu também como compositor, cantor, apresentador e, uma de suas maiores virtudes, um grande contador de causos. E para retratar a vida deste grande ícone foi lançado, pela editora Contexto, o livro A história de Rolando Boldrin.

Escrita em parceria por dois jornalistas amigos do homenageado, Willian Corrêa e Ricardo Taira, a obra perpassa por vários períodos da história do multi-artista. Como é de praxe, a história resgata a infância interiorana de Boldrin ao lado de seus pais e irmãos que viviam na pobreza, mas não deixavam de correr atrás do que era necessário para a sobrevivência.

A carreira do artista é o mote central da obra. A mesma começaria cedo vide a dupla sertaneja (Boy e Formiga) formada com o irmão. A formação iria conquistar fama moderada pelo interior paulista, mas terminaria de maneira abrupta. Porém, o fim da carreira musical não o desmotivou a seguir em frente. Tanto que, anos mais tarde, Boldrin mudaria para São Paulo para dar prosseguimento naquele que seria o seu destino: se estabelecer como ator.

Inclusive é tarefa impossível desassociar a trajetória de Boldrin da própria história da tv brasileira já que a sua carreira é totalmente inerente ligada aos primórdios da mesma. De coadjuvante a estrela, Boldrin foi de maneira gradativa conquistando o devido espaço e audiência cativa. O prestígio alcançado permitiu que o ator atuasse de maneira versátil em diversos papéis marcantes não só na telinha como também nas salas de cinema. Tempos depois Rolando iria se dedicar a projetos mais pessoais ligados a música como o saudoso Som Brasil, extinto programa dominical focado na música regional brasileira. Atualmente ele comanda na TV Cultura o consagrado programa Sr. Brasil.

Em tempos onde a classe artística brasileira se omite ante a situação cada vez mais precária Boldrin, em tempos de ditadura, foi um dos principais afrontadores (ao lado de seu amigo Chico Buarque) do sistema opressor imperante no Brasil, seja realizando espetáculos contrários a ideologia governamental na época ora se posicionando claramente contra o governo em manifestações.

O tom intimista predomina tanto na escrita da obra, como também no quesito imagens, há muitas fotos do arquivo pessoal de Boldrin reproduzidas. Mas se há um grande pecado aqui é justamente a falta de atenção devida a carreira do homenageado já que, para um artista deste quilate, a pesquisa seria fundamental para buscar a fundo fatos e pessoas que de alguma forma estiveram próximas a sua trajetória. Porém este fundamento básico aqui aparentemente não foi utilizado à exaustão, gerando um texto raso e wikipediano.

Para iniciados, como eu, A história de Rolando Boldrin pode servir como ponto de partida para um estudo ainda mais aprofundado não só deste grande ícone como também da própria história da cultura brasileira.

***

O livro foi enviado pela editora Contexto

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha – A história de Rolando Boldrin: Sr. Brasil”


 

Comentar