Resenha – Cerveja e filosofia: Leia, pense e consuma sem moderação
por Thiago
em 14/05/14

Nota:

ArquivoExibir

Cerveja e filosofia é um livro escrito e organizado pelo Phd e professor de filosofia na Universidade Bloomsburg  no estado da Pensilvânia,  Steven D. Hales, que em meio aos seus estudos sobre metafísica e epistemologia nos traz outros problemas filosóficos entre um gole de cerveja e outro.

O mesmo escreveu livros sobre, claro que filosofia, mas também cachorros, gatos e Cerveja. Não no mesmo livro, mas mesmo assim bem impressionante a diversidade de temas do autor.

download (2)

Nos Eua foi lançado em 2007, já aqui no Brasil em 2011 pela editora Tinta Negra, fazendo parte da coleção “Sabores de Epicuro”, uma série de livros que tratam de filosofia e culinária.

Aqui temos uma proposta bem interessante e que me agrada muito, trabalhar com a ótica de que a filosofia se encontra em tudo, inclusive no ato de beber cerveja.

A publicação é uma coletânea de textos de diversos autores, inclusive do próprio organizador, Steven D. Hales.  É dividida em quatro seções, sendo elas: A Arte da Cerveja, A Ética da cerveja: prazeres, liberdade e caráter, A Metafísica e Epistemologia da Cerveja, e A cerveja na História da Filosofia.

O livro te leva a uma reflexão pessoal, a pensar o mundo da cerveja e a cerveja no mundo, com seriedade e muito bom humor. Assim temos em mãos um material voltado para aquele que não somente gosta da cerveja de qualidade, mas sim para quem enxerga a bebida dentro de sua importância histórica. Vale ressaltar que não é uma coleção de textos técnicos e sim reflexivos, teóricos, acessível ao mais leigo bebedor e, porque não um instrumento educacional para quebrar paradigmas entre as grandes marcas populares e o mundo da cerveja artesanal.

Então, se você quiser pensar e compreender mais este unvierso é um livro ótimo, caso goste mais de filosofia do que de cerveja também é um prato cheio, até se quer apenas histórias e pensamentos pra impressionar a turma no buteco vale a pena. A leitura é bem tranquila e ao mesmo tempo rica, assim  se você entende de cerveja ou filosofia ou não entende nada de nenhuma das duas não se perderá na leitura, pelo contrário.

Há textos que valem uma atenção especial, como no caso “Que qualidade que nada! Falando abertamente sobre a estética da cerveja; ou por que a cerveja americana é tão ruim?” de Martin Stack e George Gale. Salvas as devidas diferenças geográficas podemos remeter as ideias do mesmo para a realidade brasileira. Também “Mais um chope? Sobre cerveja, amizade e caráter.” de Jason Kawall, ou ainda “A irracional efetividade da cerveja.” de Neil A. Manson.

Então puxe uma cadeira, abra sua cerveja predileta e se junte a esses escritores, como se estivessem na mesma mesa de bar conversando sobre Platão, Kant, Stuart Mill, mercado, gosto e suas relações com a cerveja.

Boa cerveja, quer dizer, boa leitura a todos!!!

 

Socrates-Plato-Aristotle-Philosophy-T-Shirt-Tee

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

2 Comentários em “Resenha – Cerveja e filosofia: Leia, pense e consuma sem moderação”


Avatar
Juliana em 14.05.2014 às 08:06 Responder

Nada melhor que filosofia de bar e (muita!) cerveja pra acompanhar. Mais um livro pra lista dos desejados.

Avatar
Thiago em 21.05.2014 às 01:24 Responder

Que bom Juliana, é ótimo quando alguém lê nossa resenha e fica com vontade de ler o livro depois, de verdade.


 

Comentar