Resenha de quadrinhos – A Revolução dos Bichos
por Juliana Costa Cunha
em 29/10/18

Nota:

Odyr é desenhista e natural de Pelotas no RS. Tem em sua carreiras livros publicados como desenhista e também publicou quadrinhos e ilustrações em jornais nacionais e internacionais. Mais recentemente aventurou-se na adaptação e ilustração do clássico “A Revolução dos Bichos“, publicado originalmente por George Orwell em 1945.

Trata-se de uma distopia em forma de fábula, na qual os bichos de uma determinada fazenda se rebelam contra seu dono e tomam o poder, sonhando com a chegada de um regime mais justo e igualitário para todos os seres. Porém, os porcos da fazenda, que se consideram os mais sábios entres os bichos, passam a comandar a revolução e empregar um regime totalitário entre eles.

Já li este livro faz alguns anos e sempre me impressiono com sua força. E, na atualidade brasileira e mundial, me impressiono com sua adequação atemporal. Em seu tempo, Orwell produziu em forma de arte uma grande sátira ao regime de Stálin na União Soviética. Do socialismo ao totalitarismo e deste ao regime ditatorial.

A Revolução dos Bichos é um clássico que inspira gerações e diversos setores da arte.  Entre eles a música, a exemplo da banda Pink Floyd e seu álbum Animals. Roger Waters, ainda hoje em seus shows, utiliza um grande porco inflável que passeia pela platéia no momento de tocar os grandes clássicos deste disco. E é muito triste a constatação que ele continua atual…

A HQ adaptada por Odyr consegue trazer para suas páginas os pontos principais da obra original, assegurando aos leitores desta fidelidade à mensagem deixada por Orwell. E, para além disso, é ilustrada de forma belíssima. Desenhos super realista em expressão e movimento. Aquarelas tão expressivas que parecem se mover ao longo das páginas.

Foi muito importante voltar a este grande clássico da literatura mundial nos nossos tempos e de forma tão lúdica. Tá bem desenhadinho. Só não entende quem não quer.

***

Livro enviado pela editora

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha de quadrinhos – A Revolução dos Bichos”


 

Comentar