Resenha – História do Movimento LGBT no Brasil
por Juliana Costa Cunha
em 17/02/20

Nota:

Em alusão aos 40 anos de criação do Movimento LGBT no Brasil, a editora Alameda publicou História do Movimento LGBT no Brasil. A obra foi organizada por James N. Green, Renan Quinalha, Marcio Caetano e Marisa Fernandes.

Na obra é feita uma análise do processo de transição política no Brasil, do final dos anos 70 ao começo dos anos 80, ou seja, período este que compreende o fim da ditadura militar em nosso país e o início do processo de redemocratização, e se caracterizou pela crescente luta por liberdade, visibilidade e cidadania. Foi neste período que diversos movimentos sociais e organizações da sociedade civil surgiram, forçando a mudança do regime político e lutando por participação política, justiça social e respeito às identidades individuais.

O ano era 1978, e foi nele que ocorreu a primeira reunião do que à época era chamado “movimento homossexual brasileiro”, com a reunião de um grupo de gays que logo passaram a denominar-se Somos – Grupo de Afirmação homossexual. É também deste ano a publicação da primeira edição do jornal Lampião da Esquina, considerado o primeiro jornal declaradamente engajado nas lutas políticas e feito para e por homossexuais.

No livro História do Movimento LGBT no Brasil temos um total de 30 artigos escritos por pesquisadoras/es de todo o Brasil, bem como ativistas que foram e ainda são referências para o início deste movimento por aqui. Faço destaque aos artigos que tratam da questão pelo viés do movimento transexual e pelo de lésbicas negras.

Não há no livro uma tentativa exaustiva de mapear todas as movimentações coletivas existentes no país em torno do tema. Mas de levantar aqueles aspectos basilares da formação do movimento, sua consolidação e o momento atual, 40 anos depois, num excelente artigo da Regina Facchini.

Acho que é importante dizer que aqui você não vai encontrar uma história narrada de forma linear e detalhada. Os artigos saltam no tempo e talvez isso seja um ponto negativo na publicação. A pessoa que vai ler este livro buscando essa linearidade, pode se frustar.

Um livro com esta temática e lançado no nosso contexto político atual é de total relevância. Nesses tempos de discursos patologizantes, censuras a exposições e performances que abordam a temática de gênero e sexualidade, o terror psicológico que a população LGBT vem enfrentando desde as eleições 2018, além das violências físicas agravadas após este período, o fundamentalismo religioso e a volta do discurso da tradicional família brasileira pela moral e bons costumes, faz desta publicação um documento histórico que aquece o coração e dá mais um gás na luta.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha – História do Movimento LGBT no Brasil”


 

Comentar