Resenha – Meus Dois Pais
por Ragner
em 05/10/15

Nota:

0,,41033559-GDV,00

 

Sim, esporadicamente gosto de resenhar um livro infantil por aqui. De tempos em tempos apresento uma opção de literatura para a criançada e digo, por experiência própria, o quanto pode ser muito interessante e fantástica tal parcela literária. Hoje vou com “Meus Dos Pais”, um pequenino livro que trata de gênero e que vem ganhando espaço no meio escolar.

Ler um infantil é uma experiência interessante, nos faz recordar certas inocências e reviver conceitos já há muito deixados de lado. A responsabilidade e liberdade mudam de maneira tragicômica em sua essência. Ler então algo referente à gênero, que gira em torno do contexto infantil, trás uma conceitualização harmoniosa e fabulosa que vale ser entendida como deveria ser. Simples; direta; atenciosa e bela.

Em Meus Dois Pais, o renomado autor de telenovelas – Walcyr Carrasco –  trabalha o conceito de homoafetividade de uma maneira singela e bastante agradável. O livro é perfeitamente direcionado ao público infantil e tanto enredo quanto narrativa e argumentação, são fantasticamente harmoniosas. É uma graça esse livrinho e merece a atenção dos baixinhos. Trabalha o pré-conceito, o espanto, a confusão e a aceitação da galerinha de menor.

Naldo é uma criança que passa por uma situação em que várias crianças passam. Seus pais decidem se separar. Como alguns de seus coleguinhas também eram filhos de pais separados, Naldo não sofreu trauma, nem foi afetado por brincadeiras de mal gosto em relação a isso. Muitas crianças passam por isso e muitos casais já se casam com a ideia de que se não der certo, separar é uma opção válida. Porém nada foi tão simples. A separação não se deu por brigas ou desentendimento dos pais.

Após semanas ficando entre a nova casa do pai e da mãe, Naldo é apresentado a um novo amigo do pai, um amigo que sempre estava por perto e que em algumas vezes, dormia com ele, até se mudar definitivamente. Percebeu que pai e mãe passaram a discutir muito, que sua mãe estava decidida a se mudar por motivo de trabalho e que não queria deixa-lo morar com o pai e que se fosse preciso, ele teria que viver com a avô. Os dias foram passando, fofocas reverberavam pela escola e cada vez mais o pai parecia triste. Até que Naldo ficou sabendo que o pai e o amigo eram na verdade um casal também.

Meus Dois Pais é um livro que estuda e pratica o conceito de gênero entre as crianças. Em nossos Links Poderosos noticiamos uma notícia sobre Livros Infantis e Orientação Sexual e o livro de hoje trabalha tal orientação de maneira responsável e bela. Vale muito a leitura.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Meus Dois Pais”


 

Comentar