Resenha – Mitologia Nórdica
por Thiago
em 14/08/17

Nota:

Então, vamos para mais um livro do Neil Gaiman, na verdade uma coletânea de histórias da mitologia nórdica. O livro, publicado no Brasil pela nossa parceira Intrínseca, contém quinze contos que vão da criação do mundo até o que seria seu fim, o Ragnarok.

É extremamente interessante lermos uma coletânea de contos sobre Asgard elaborada por Gaiman, pois podemos ver uma forte influência deste universo em seus trabalhos, como em Sandman, Deuses Americanos, Filhos de Anansi e alguns de seus contos. Na apresentação do livro, o autor nos conta que seu primeiro contato com os asgardianos foi como deve ter sido para muitos não nórdicos: na infância através dos quadrinhos do Thor. Hoje, por conta dos filmes da Marvel, muitas crianças e adolescentes entram em contato com estes personagens sem ao menos entender a importâncias cultural que têm.

Vale ressaltar que mitologia não são mentiras ou histórias de ficção, também não é algo empiricamente comprovado. Mitologia é simplesmente uma história que narra o surgimento de algo, e tais histórias carregam em si a crença de um povo sobre como o mundo surgiu. A sede do ser humano por explicações não é nova e damos respostas que variam com as condições que nosso tempo e cultura permitem.

Quando falamos em mitologia nórdica, é notório o pequeno número de publicações sérias e de qualidade sobre o assunto. Esta edição de Gaiman, por mais que não seja um trabalho acadêmico, é um livro de um autor que entende do que está falando.

Sendo assim, este livro não é um tratado sobre o assunto. Aqui, Gaiman os reconta, trazendo os personagens principais dos textos e poemas remanescentes, afinal muita coisa se perdeu com o passar do tempo. Então, em uma pesquisa em diversas traduções da Edda em Prosa e da Edda Poética, nosso contador de histórias criou sua própria versão dos mitos. As Eddas são a mais importante fonte de informação para a mitologia nórdica, contendo poemas mitológicos e sobre heróis germânicos.

Voltando ao livro de Gaiman, ele começa com uma apresentação sobre este universo e em seguida nos introduz a Thor, Loki e Odin. Depois disso, entramos no capítulo acerca da criação de tudo, “Antes do princípio”, em seguida somos apresentados a Yggdrasill, a árvore que une os nove mundos. O próximo capítulo nos traz uma história sobre Odin, explicando sobre sua sabedoria e contando como “perdeu” um olho. Após isso, temos uma história sobre as tramoias de Loki, anões, tesouros e Mjolnir (o famoso martelo de Thor) e sua origem. A próxima, “O mestre construtor”, nos conta como o muro que separa e protege Asgard dos gigantes de gelo foi feito.

Logo após, temos um capítulo que conta quem são e como nasceram os filhos de Loki, seguido pelo “O estranho casamento de Freya” e a vez em que o Thor se vestiu de mulher. Depois vem um conto sobre hidromel, torpor e poesia, seguido pela história que conta uma incursão de Thor na terra dos gigantes. Em “as maças da imortalidade” temos mais um relato sobre o comportamento trapaceiro de Loki. Já “A história de Gerda e Frey” é sobre o amor entre um deus e uma giganta, além de nos apresentar melhor Valhala. Já “A pescaria de Hymir e Thor” nos mostra a presença da cerveja na cultura nórdica.

“A morte de Balder” é, pra mim, a mais triste do livro, muitos dos contos têm um quê de ação ou de troças, mas aqui o clima é pesado e tenso. “Os últimos dias de Loki” dão continuidade ao conto anterior e nos ligam ao conto seguinte, o Ragnarok. No último conto do livro, “Ragnarok: o destino final dos deuses”, temos os dias futuros. Até então Gaiman nos apresentou ao passado, mas aqui temos o que acontecerá, temos o fim e o recomeço.

Além dos textos, há no final um glossário muito útil, contendo o nome dos deuses, heróis, gigantes, tesouros, artefatos e por aí vai. Vale ressaltar que os deuses nórdicos, assim como os gregos, não são “imaculados”. Os personagens aqui têm desejos, defeitos, trapaceiam, erram, acertam, são mais “humanos”.

Enfim, este é um ótimo livro que nos introduz de boa maneira a um outro universo mitológico, por isso nota 5 sem medo.

Boa leitura a todos.

***

O livro foi enviado pela Editora. 

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Mitologia Nórdica”


 

Comentar