Resenha – Murilo Rubião Obra completa
por Thiago
em 12/09/16

Nota:

amurilo-rubiao_obra-completa

 

Murilo Rubião é um autor muito especial pra mim, não apenas por sua literatura fantástica com um toque de surrealismo que gosto tanto, mas também por uma questão profissional. Meu primeiro estágio na época da faculdade de filosofia foi num jornal de literatura e artes, entretanto não era qualquer jornal, era o Suplemento Literário de Minas Gerais, que acompanhava o Diário Oficial do estado. Criado em 1966 por Rubião, no mandato do então governador Israel Pinheiro.

Um dos cursos que sempre quis  fazer foi o jornalismo, mas na época do vestibular, uns 15 anos atrás, por algum motivo que até hoje não sei qual, fiz filosofia. Trabalhar no SLMG foi uma boa ironia da vida, aprendi muito. Fazia de tudo lá, entrevistas, boneca de jornal, revisava textos, organizava eventos, até resenhas eu fazia. Eu era estagiário, e estagiário sempre faz tudo, até comprar religiosamente 2 maços de cigarro pra chefe antes dela chegar no serviço e mais dois na hora do almoço. Quanto ao Rubião, já o tinha lido no ensino médio, porém nesta época de jornal resolvi ler todos seus contos e saber quem era essa figura com uma mente tão fértil e ligada ao mesmo tempo a política da época.

A importância deste autor para a literatura nacional é imensa, um escritor que todos deveriam conhecer. Hoje, principalmente para o público young/adult a literatura fantástica ganhou força no mundo com Harry Potters, monstros, deuses e diversas histórias futuristas. No Brasil, com autores como Raphael Draccon, Fábio Yabu, Eduardo Sphor, Carolina Munhóz e vários outros, a literatura fantástica, que retrata o sobrenatural, alimenta fortemente as editoras trazendo o jovem ao mundo dos livros, entretanto o “fantástico” de Rubião é diferente.

Podemos dizer que Rubião é o pai da literatura fantástica no Brasil, entretanto há nele algo mais que fantástico, é o surreal. A literatura surrealista, movimento que surgiu em Paris em 1919, com forte influência do pensamento freudiano, a busca por conhecer o ser humano, o inconsciente, o real e suas distorções. Enfim, o surrealismo é um distorção da realidade e Rubião é um gênio neste quesito.

Nesta coletânea, feita pela nossa parceira, Companhia das Letras, celebra o centenário do nascimento do autor, contendo sua obra completa, que se condensa em 33 contos. Nesta reedição, o autor tem sua obra analisada em um artigo pelo crítico Jorge Schwartz e um ensaio inédito do jovem escritor Carlos de Brito e Mello. A reedição é um dos pontos principais das comemorações do centenário, que têm como outro grande momento um número especial do “Suplemento Literário de Minas Gerais” dedicado ao escritor. 

Boa leitura a todos!!

murilo-rubiao-1

 

***

Livro foi enviado pela editora

selo-parceiro_2016-320x230

 

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Murilo Rubião Obra completa”


 

Comentar