Resenha – O Livro Negro De Thomas Kyd
por Ragner
em 14/07/15

Nota:

Capa_Livro_Negro.indd

 

Graças a Maratona Literária de Inverno 2015, tenho colocado minhas leituras em dia e tentado ler bem mais do que o meu normal. Claro que poderia, talvez deveria, ter mais livros ainda para ler, mas como é minha primeira maratona nesse ritmo e que precisa de um foco diferenciado, muito mais direcionado, estou indo indo com mais calma e decidi não engolir o mundo literário como muitos outros estão fazendo. Ainda não estou nesse nível.

Esse livro sendo resenhado é o 2º que comecei a ler e está na categoria de livro com ilustrações e poderia até se encaixar na categoria de livros nacionais, mas vou deixar só como ilustração mesmo. E posso dizer que mesmo sendo o último a ser escolhidos (o último livro da lista foi o escolhido para eu ler, esse foi o último que escolhi), acredito que estará entre os que mais gostei de ler. Uma história de pirata, escrito por uma brasileira e que tem no Brasil alguns dos cenários da aventura do protagonista.

O livro é todo narrado, não há diálogos, conversas ou mesmo interação entre muitos personagens, o que há é uma narração onde muitos personagens são apresentados, introduzidos, discutidos pelo sujeito que dá nome ao livro. Thomas Kyd é um garoto que participa de uma aventura no mar, com a intenção de dar a volta ao mundo e que vai descobrindo novas culturas, vivenciando horrores, loucuras e aprendendo bastante sobre o mundo.

Tudo começa com alguns homens sendo convocados para fazer parte da esquadra de sir Thomas Cavendish, “o homem mais famoso da Inglaterra“. Sir Thomas já havia dado a volta ao mundo e as histórias de que sua tripulação voltara com ouro, riqueza, eram muitas. Kyd, logo depois de perder seu emprego, não perdeu a oportunidade de entrar para a tripulação e poder realizar o sonho de sua vida.

 

download

 

 

O frota sai da Inglaterra e parte para o sul, logo depois de atravessarem a linha do Equador, Kyd se vislumbra com o céu diferente, estrelas novas surgem e outras somem, o mar muda, a temperatura muda e um mundo novo vai se apresentando, cheio de mistérios e surpresas. Boas e más. Kyd viajava no Leicester, o galeão de sir Thomas Cavendish e mesmo sendo o maior e mais “rico” navio, a tripulação sofria, muito. Doenças, mortes e escassez de água e comida fazia parte do dia a dia da tripulação. Sir Thomas e outros ricos viajam no luxo em seus aposentos, enquanto os demais passavam os dias e noites a própria sorte.

A cada parada Kyd e seus amigos iam para terra e passavam os dias da melhor maneira que podiam, até o momento de voltar para viagem. A maldade de sir Cavendish e seus homens os deixavam assustados, mas em terra firme, sempre tinham possibilidades de conhecer coisas novas e se maravilhavam com as novidades. Kyd ia aprendendo muito com tudo que acontecia a sua volta, com seus deslumbramento e curiosidade, descobria muito sobre o bom e o mau, sobre o bem e o mal.

Me surpreendi muito e de maneira excelente com a autora, com uma ótima história de piratas, sobre navegação, sobre o Brasil histórico. Já tive outras oportunidades de ler livros assim, mas com esse creio que a oportunidade vem aliada com a vontade.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

1 Comentário em “Resenha – O Livro Negro De Thomas Kyd”


Avatar
antonio em 16.10.2018 às 17:26 Responder

vc esqueceu de algumas partes emportantes do livro como, quando towers usou suas pedras e deu um remedio caro para kyd ou quando kyd viu os ‘monstros’ do mar e etc


 

Responder para antonio





Clique para cancelar a resposta