Resenha – Profissões para mulheres e outros artigos feministas
por Patricia
em 29/10/12

Nota:

Esse foi o primeiro livro que li de Virginia Woolf. Eu esperei porque queria um começo bombástico e…UAU! QUE começo. Aliás, depois que li esse livro já comprei mais três dela. Acho que isso te diz um pouco o que achei desse livreto.

“Profissões para mulheres e outros artigos feministas” nos apresenta uma autora à frente do seu tempo. Ela já sabia, em 1931, que ser mulher é uma condição proibitiva – não, você não pode raspar a cabeça, ter cabelo azul, ter um monte de tatuagens, querer uma carreira antes de filhos, ser muito gorda, ser muito magra, usar determinadas roupas, usar certas maquiagens e etc. Ser mulher é uma sucessão de “nãos”. E ainda que isso esteja mudando, aos poucos (muuuito aos poucos) em 1931 essa perspectiva de mudança parecia muito distante.

Nas palavras de Virgínia: “as mulheres não podem tratar de nenhuma dessas questões com liberdade e franqueza; se querem se dar bem, elas precisam agradar, precisam conciliar, precisam – falando sem rodeios – mentir.

Virginia respondia a todos os que falavam de mulheres de uma maneira submissa (ela passou algum tempo discutindo com um jornalista que escreveu um livro sobre como as mulheres romancistas estavam destruindo a literatura) e não se contentava em só responder, ela queria demonstrar que mulheres inteligentes sempre existiram, mas raramente apareciam porque sentiam-se oprimidas e diminuídas pela maioria masculina.

É muito interessante ver uma mulher tão à frente do seu tempo debater de igual para igual com homens reconhecidos da época e dizendo coisas que ainda precisam ser repetidas mostrando que apesar de termos evoluído, ainda falta muito para caminhar.

Virgínia escreve de maneira poética e mesmo suas resenhas são comentários completos e não apenas um simples “gostei” ou “não gostei”. Até porque, resenhas devem ser mais do que apenas isso. Se elas levantam um debate, se o fazem pensar, se o estimulam a ler, podem ser a diferença entre um livro vender bem ou não – ou menos influenciar leitores de alguma forma.

Em um livro pequeno, Vírginia fala de diversos tipo de mulher: da dona de casa da classe média, da dona de casa que vive na extrema pobreza, da atriz shakesperiana famosa a secretárias no começo da carreira. São mulheres que, à sua maneira, mudaram seus próprios contextos e deram mais um passo na longa caminhada feminina rumo ao que quer que as mulheres desejam.

A leitura é válida para quem deseja conhecer um pouco mais sobre os debates sobre o papel da mulher na sociedade e suas ramificações. Não é um livro propriamente feminista no sentido de que ele não vai te passar uma doutrina ou uma lição de moral. Virgínia Woolf apenas comenta e parece querer levantar um assunto que continua tão importante hoje quanto na época. E o faz de maneira limpa e inteligente.

Livro pequeno com conteúdo gigante.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Profissões para mulheres e outros artigos feministas”


 

Comentar