Resenha – Star Wars – Herdeiros Do Imperio
por Ragner
em 14/10/15

Nota:

120993115_1GG

 

Sou um fã entusiasmado pelo universo de Star Wars. Assisti às duas trilogias com total adoração, faço barulho de sabre de luz brincando, tento imitar a voz cavernosa do Dath Vader e já tentei usar o poder da força em circunstâncias diversas (nunca consegui, mero detalhe). Quando saíram coleções e mais coleções de gibis e livros que acompanham as histórias de Star Wars, admito que não me importei tanto. Amo os filmes, lá toda honra e glória da saga me deixa extasiado, mas quando dei de cara com esse livro e fiquei  arrepiado só de assistir ao trailer do próximo filme, não aguentei e abri as páginas me sentindo um civil da República, ou mesmo um Jedi.

Os acontecimentos descritos no livro (primeiro volume de uma trilogia) discutem o que poderia ter se desenvolvido anos depois da explosão da Estrela da Morte e quase fim do Império. Com Darth Vader e o Imperador mortos, o lado negro da força parece não ter mais ninguém para cultiva-la e o Império estava aos frangalhos, com poucas naves e tripulações espalhadas pela galáxia. Mas um comandante da mais alta patente tenta reconquistar o poder destruído pela Aliança Rebelde.

O grão almirante Thrawn descobre seres capazes de anular a Força, inicia um plano para destruir os últimos Jedis e ainda consegue apoio de um Jedi Sombrio. Leia está grávida de gêmeos, Han Solo tenta convencer antigos companheiros contrabandistas a fazer comércio dentro dos limites da lei e Luke está cada vez mais solitário e se isolando quando pode. Suas conversas com a forma espectral de Ben Kenobi estão se extinguindo e seu caminho para atingir os mais elevados níveis da força está se tornando cada vez mais árduo.

Herdeiros do Império envereda por histórias que se passam após 5 anos desde a Batalha de Endor e vai nos mostrando a tentativa se ressurgimento da República e até reerguimento do Império. Thrawn é a maior mente militar desde o Imperador e Dath Vader, ele atravessa os confins da galáxia atrás de qualquer segredo que possa exterminar a Aliança Rebelde, enquanto Luke, Leia e Solo batalham, cada um a sua maneira, pela construção de um novo governo galáctico.

Star Wars está em um patamar diferenciado em relação a vários conceitos dentro da cultura pop. Possui uma legião incontestavelmente gigantesca de fãs e obcecados e confirma cada vez mais o merecimento de tudo isso. Particularmente sou um desses fãs, mas não atinjo o grau de obcecado (até gostaria viu). Herdeiros do Império significa meu início no universo estendido e digo para vocês, uma porta se abre para o aumento do eu amor pela galáxia muito muito distante. Aguardem próximas resenhas sobre tudo isso.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Star Wars – Herdeiros Do Imperio”


 

Comentar