Resenha de Quadrinho – Repeteco
por Thiago
em 31/01/17

Nota:

 

Chorei, ri, sofri e refleti muito sobre essa HQ do grande Bryan Lee O’Malley. Caso você não tenha reconhecido o nome de primeira, se trata do autor de Scott Pilgrim. O’Malley, nascido no Canadá, é meio coreano meio franco-canadense, e além de cartunista é músico com o pseudônimo de Kupek, tocando um pop rock bem bacana (segue aqui o tumblr dele com algumas músicas).

O título original é “Seconds”, mas gostei da tradução para “Repeteco”, pois consegue manter algumas ideias – como segunda chance – que permeia toda a história, além de trazer à cabeça o repetir o prato. A história se passa em torno da culinária, universo que gosto e ando me aproximando cada dia mais (inclusive já falei sobre um livro de gastronomia brasileira e sobre o livro I Chef do Carlos Bertolazzi aqui no Poderoso). A personagem principal é Katie, que administra um restaurante (o Repeteco, ou Seconds) enquanto restaura um antigo prédio em sua pacata cidade, que será seu segundo restaurante. Após receber a “visita” de uma entidade sobrenatural Katie descobre um método de corrigir seus erros, alterando seu passado como bem entender.

Katie é uma personagem interessante, uma jovem adulta com ego inflado e um pouco irritante. É uma pessoa que não é muito legal com as outras, cheia de conflitos amorosos e profissionais. Entretanto é nela que está o ponto negativo desta HQ. Por mais que os diálogos sejam fluidos e os desenhos com influência de mangá sejam maravilhosos, de se perder admirando, o roteiro é falho. Mesmo me levando a reflexões importantes. O problema está nas motivações e profundidades, ou melhor, na ausência destes elementos, principalmente nas ações da protagonista, tornando por muitas vezes a história boba e dando uma certa preguiça de tudo. A ideia em si é muito boa, alterar o passado, corrigir erros, amadurecer, mas quando as motivações são pequenas demais tudo parece meio adolescente.

Por mais que o roteiro seja fraco, as boas ideias, a beleza da ilustração e da edição fazem valer a leitura. Repeteco fala sobre crescimento, sobre amadurecer, sobre se relacionar com o outro, sobre acreditar e ser independente e além de tudo fala sobre erros. A forma mais rápida, mesmo que dolorosa, de aprender e crescer, é errando, e como erra a Katie.

 

Acompanhar o caminho de Katie me fez pensar sobre quais erros gostaria de corrigir na minha vida, a lista foi tão grande que me fez pensar diferente: ao invés de mudar o passado, aprendi com meus erros? Ainda os cometo?

Por mais que o roteiro tenha me incomodado ele me trouxe algo que valorizo muito em uma leitura, a inquietação. Contando isso, mais o desenho e a boa tradução do título, daria 4 cafés, mas a falha do roteiro é pesada, por isso a nota final são 3 cafés fortes.

Boa leitura a todos.

***

O livro foi enviado pela editora. 

 

 

 

Postado em: Quadrinhos
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha de Quadrinho – Repeteco”


 

Comentar