Resenha De Quadrinhos – 25 Anos De Menino Maluquinho
por Ragner
em 17/10/14

Nota:

 

menino

 

A criançada talvez não conheça como as da minha época, talvez a gurizada de hoje não leia tanto quanto as que vieram logo depois de mim, talvez até não gostem tanto, pois há muita coisa nova que é tão boa quanto, mas é inegável a importância “histórica” desse muleque que anda por ai com uma panela na cabeça. O menino maluquinho faz parte da cultura brasileira e caracteriza muito bem as atitudes infantis de quando as crianças não eram cercadas pela tecnologia como são hoje. E digo mais, bons tempos aqueles.

Ziraldo criou um personagem que personificava por demais as peripécias, estripulias, bagunças e alegrias da criançada. Temos no menino maluquinho exatamente a conscientização de como a mulecada da década de 80 agia em casa e na escola (ele foi criado em 1980). Claro que todas as atitudes infantis aqui retratam como meninos e meninas costumam ser no geral, mas é indiscutível que tudo nele retrata outra época. Gostaria muito de ver como Ziraldo construiria o personagem principal vivendo os dias atuais.

 

25-anos-do-menino-maluquinho-ziraldo-13176-MLB20072405125_032014-F

 

Muitos artistas foram convidados para prestigiar os 25 anos do menino maluquinho, vários estilos foram detalhados pelas páginas desse álbum e muitas histórias são contadas. Tenho por mim que além de uma comemoração de 1 quarto de século de um personagem tão importante para literatura infantil, o muleque com uma panela na cabeça, deveria voltar a ganhar espaço em nossa cultura. 25 desenhistas e cartunistas apresentaram sua arte e nossas crianças são agraciadas com um trabalho bem diversificado. Podemos desfrutar de desenhos mais infantis, mais adultos até, mas todos com aquele senso de criança peralta que precisa ser bem exaltada durante essa fase da vida.

Os artistas fechavam cada história – desenhada pelo Ziraldo – com uma contribuição sua e deram aquele ar de novidade, estilizando os personagens seguindo sua ótica, o que foi fantástico e lindo. Poderia acontecer mais desses eventos, assim como já ocorreu com os quadrinhos da turma da mônica e já resenhamos aqui em duas oportunidades. Temos o 1º volume e o 3º volume, que comemoram os 50 anos de carreira do Maurício De Souza. Ziraldo com certeza merece tal prestígio.

 

25-anos-do-menino-maluquinho-ziraldo-13112-MLB20072405092_032014-F

 

Durante todos esses anos, quem leu o menino maluquinho ou até o assistiu no cinema (o que assumo não conhecer direito), pode acompanhar o jeito levado e sapeca, amável, amigo e bem humorado de uma criança que leva contigo toda a inocência da infância em suas páginas. Um livro em quadrinhos que precisa ser apresentado para as crianças e ser respeitado pelos adultos e que encerra essa semana que se iniciou exatamente com um dia dedicado à elas. Parabéns à todos que nunca perderam seu lado “maluquinho” e que soube crescer entendendo a importância dessa fase que passa tão rápido e que quarda aquelas experiências que muitas vezes não queremos esquecer.

 

 

 

Postado em: Quadrinhos
Tags: , , ,

1 Comentário em “Resenha De Quadrinhos – 25 Anos De Menino Maluquinho”


Avatar
felipe em 09.04.2015 às 20:07 Responder

o menino maluquinho é muito legal


 

Comentar