Resenha De Quadrinhos – Memórias De Um Sargento De Milícias
por Ragner
em 16/07/13

Nota:

Memorias_Sargento_Milicias_Atica

A cada leitura de um clássico nacional adaptado para os quadrinhos, posso dizer que estou adorando esse recurso para me aproximar mais dos escritores de minha terra. Tenho pouco contato com os nacionais e já disse que tenho por meta ler mais brasileiros ainda esse ano e fazer com que isso se torne um hábito. Os quadrinhos contribuem fortemente para a formação do leitor, acredito nisso, e tal transposição merece atenção e no caso das coleções que estou relatando aqui, me deixa mais interessado ai, pois o trabalho artístico consegue retratar de forma cômica e trágica o texto tão criativo.

Em Memórias temos a história de Leonardo, nosso “herói” sargento, filho de Leonardo Pataca e Maria Hortaliça. Os pais se conheceram em uma viagem de Portugal para o Brasil. Se enroscaram no navio e meses depois o pequeno peralta nasceu. Maria ela “peralta” também e traía o Sr. Pataca, até que um dia ele a pega com um capitão de navio e a espanca. O padrinho do garoto, um barbeiro conhecido dos pais, tenta amenizar a situação, mas Maria já tinha fugido com o capitão e Leonardo Pataca, enraivecido, também vai embora e deixa o filho com ele.

mempg06bx

Leonardo passa a ser cuidado pelo barbeiro, que tenta cria-lo de forma paciente e encaminha-lo para as coisas boas, mas o muleque é muito travesso e vive se metendo em desordem. Mesmo crescendo envolto de alguém que preza, as más companhias e o convívio com baderneiros deixam ele mais brigão, mal aluno na escola e até na igreja era cheio de intrigas. Nosso herói percorre um grande caminho entre travessuras e confusão, junto com outros personagens que contribuem para isso e transformam sua vida em um grande emaranhado de desventuras.

Memórias

Leonardo aprontava direto e suas ações sempre o expulsava de onde o padrinho o colocava, seja em escola ou igreja. Sem interesse por nada que lhe fosse ensinado, Leonardo colecionou amores, disputas e viveu suas memórias a ponto de ter o bastante para contar. Essa literatura brasileira, assim como O Cortiço, envereda por tipos caricatos e personalidades de uma certa época brasileira que contava com estrangeiros e situações típicas onde os personagens parecem criados para representar telenovelas e digo que gostaria muito de acompanhar tal adaptação também.

Postado em: Quadrinhos
Tags: , , , ,

2 Comentários em “Resenha De Quadrinhos – Memórias De Um Sargento De Milícias”


Avatar
Amtonio Chaves em 29.01.2014 às 22:34 Responder

Teria como me dizer se há este livro em .pdf?Preciso le-lô para o colégio.Obrigado

Avatar
Ragner em 30.01.2014 às 11:59 Responder

Existe em pdf sim Amtonio.

Você pode encontrar no Dominio Público

Abraços.


 

Comentar