Resenha De Quadrinhos – Os Dias Estão Todos Ocupados
por Ragner
em 17/02/15

Nota:

download

Quadrinhos tem a perfeita condição de trabalhar questões que povoam o imaginário infantil e discutir até mesmo relações e situações que englobam características adultas. Diversos quadrinhos até se especializam nisso, como é o caso de Calvin & Haroldo, que já foi resenhado no Poderoso e que volta para abordar mais um vez questões sociais, políticas e filosóficas.

Nosso pequeno Calvin e seu fiel tigre de pelúcia Haroldo, estão sempre se envolvendo com os mais variados problemas e confusões. Sem esquecer que os questionamentos e pensamentos do loirinho espevitado conseguem nos fazer refletir sobre nossas próprias vidas e o quanto a imaginação infantil pode atingir patamares culturais que extrapolam pensamento adulto.

Calvin é o garoto que engloba toda e qualquer peraltice que a garotada durante os anos de criancice e adolescência pode imaginar. O criador da tirinha e idealizador de toda a argumentação, merece louvores, pois consegue reunir com excelência aquela magia e criatividade que generaliza a molecada em sem maior grau de inteligência, rebeldia e travessura.

 

542899_449240191790690_229761576_n

 

Claro que é importante não somente citar como também ressaltar as questões sócio-política-culturais que de tirinha em tirinha conseguem exorcizar diversos questionamentos que muita gente tem algumas ressalvas de discutir. Mas o politicamente incorreto aqui existe e é uma das características marcantes da obra de Bill Watterson.

Uma outra característica basilar dos quadrinhos é exatamente a inocência que Calvin consegue manter em toda sua birra-criativa-reflexiva-argumentativa-levada. E isso é fantasticamente perfeito. Não só indico como presente tanto para garotada quanto para adultos que curtem quadrinhos como também faço coro para que todo mundo leia cada vez mais tirinhas.

 

55_540-calvinharoldodancando

Postado em: Quadrinhos
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha De Quadrinhos – Os Dias Estão Todos Ocupados”


 

Comentar