Resenha de quadrinhos – Reportagens
por Thiago
em 21/09/16

Nota:

joe-sacco-1

 

Qual leitor de quadrinhos nunca ouviu a seguinte frase: “quadrinho é coisa de criança”, “vê se cresce e vai ler livro de adulto”? Essas frases só podem ter sido ditas por alguém que desconhece Joe Sacco (que já passou pelo Poderoso com Notas Sobre Gaza e Sarajevo).

Reportagens é meu primeiro quadrinho do autor, já faz tempo que queria ler algo dele. Sacco é um maltês radicado nos EUA desde molequinho. Formou-se em jornalismo pela universidade de Oregon em 1981, mas logo deixou a área pra se dedicar aos quadrinhos. Sua maneira de trabalhar acabou juntando as duas áreas, o jornalismo e os quadrinhos, criando assim o “jornalismo em quadrinhos”.

As primeiras páginas nos trazem um texto de Sacco apresentando sua maneira peculiar de trabalhar, demonstrando para o leitor desavisado a seriedade da obra que tem em mãos. O texto introdutório é algo como um manifesto sobre este estilo de trabalho, uma análise do jornalismo tradicional e uma boa resposta as críticas que recebe.

Nesta obra temos uma coletânea de reportagens em quadrinhos de menor extensão que o jornalista fez para revistas, jornais e antologias. Trabalhos que retratam situações como refugiados africanos em Malta, criminosos de guerra, contrabandistas palestinos.

O desenhista fez fama ao cobrir guerras e mazelas pelo mundo e ao mostrar um jeito diferente de fazer jornalismo. Gostaria de recomendar “Reportagens” pra quem vai fazer Enem neste ano, afinal temos aqui uma aula maravilhosa sobre direitos humanos. Assim sendo, aquelas pessoas que gostam de menosprezar a importância da DUDH (declaração universal dos direitos humanos) e insistem em dizer que direitos humanos apenas serve pra defender bandido tem por dever moral ler Joe Sacco.

Chorei uma, duas, três, quatro, cinco, chorei até não saber mais quantas vezes lendo estas páginas. A maldade lida é pesada, mas o impacto do jornalismo em quadrinhos é muito maior. Não há a impessoalidade de uma notícia, temos a interpretação do jornalista desenhista, tanto nos balões de fala como nos detalhes do desenho. O peso desta mídia é maior do que um telejornal, do que a forma escrita ou falada de narrar fatos.

Sacco nos apresenta a realidade de uma maneira diferente, um jeito que te chacoalha por dentro, fazendo com que a empatia brote em relações a personagens existentes. Reportagens é com certeza o melhor quadrinho que li em muito tempo, o melhor “jornal” da minha vida e está entre as 3 melhores coisas que li no ano.

Boa leitura a todos.

 

joe-sacco-2

***

Livro enviado pela editora

 

selo-parceiro_2016-320x230

Postado em: Quadrinhos
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha de quadrinhos – Reportagens”


 

Comentar