Resenha De Quadrinhos – Snoopy
por Ragner
em 12/05/15

Nota:

snoopyCAPA

Tirinhas é sem dúvida um trabalho que admiro há décadas. Desde pequeno adorava ler e visualizar algumas tirinhas que vinham nos jornais (dominicais) que meu pai comprava, semanalmente. Os cartunistas, desenhistas, artistas que contribuem para a criação e evolução dessa forma de arte, são pessoas que sabem muito bem sintetizar e organizar pensamentos que ensinam ou simplesmente entretêm. O que tirinhas fazem fantásticamente bem é apresentar ideias, conceitos e sabedorias de uma maneira bem dinâmica e que engrandece o sentido do que poderia ser simples desenhos.

Charlie Brown e sua turma faz parte da vida de vários adultos que um dia já foram adolescentes que gostavam de assistir desenhos de um dos cachorrinhos mais inteligentes que existem. Snoopy é o animal de estimação que contempla perfeitamente a idealização de parceria entre ele e o dono, e no caso dele, Snoopy é quase o centro das atenções de tudo de mais importante que acontece com a turma do Charlie Brown.

 

15

 

Outra característica importantíssima das tirinhas, são as situações aparentemente sérias e mesmo engraçadas, que trazem um certo humor inteligente. E não importa que seja quase que destinada às crianças, o que interessa mesmo são falas com características de “moral da história” e até referências que instigam à reflexão e análise sobre o que acontecendo ou pode acontecer. Com poucos ou muitos quadrinhos, em cada tirinha, é mesmo uma diversão acompanhar os desenhos e as tiradas astutas dos personagens.

‘Minduim’ (apelido do Charlie Brown), Lucy, Linus e a galerinha toda vai ganhando suas histórias, e até algumas páginas são dedicadas a ensinar como desenhar tanto Charlie Brown quanto Lucy e a marrentinha aparece durante a execução e bate em seu irmão depois dele terminar de desenhar sua boca. Enquanto “Minduim” é contemplativo, tímido e tranquilo demais, Lucy é um barril de pólvora e ainda tenta ser a psicóloga de todos, seu irmão Linus, com seu inseparável cobertor azul, faz quase tudo que sua irmã mais velha manda e Snoopy tenta arrumar um ninho adequando para seu querido amigo Woodstock.

Entre treinos desorganizados de beisebol organizados pelo Charlie Brown, Patty tentando treinar os meninos para um campeonato de quebra de braço e transformando Snoopy em o “Maravilha Mascarada” para derrotar Lucy, temos também Schroeder, o músico da turma com seu inseparável pianinho. Snoopy – Volume 1 trás histórias novas e também já conhecidas e digo a vocês que foi um prazer ler as, pouco mais, de 100 páginas e ainda poder admirar, nas páginas finais, uma galeria de capas antigas e de outras coleções.

Postado em: Quadrinhos
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha De Quadrinhos – Snoopy”


 

Comentar