Terça De Quadrinhos – Garfield
por Ragner
em 30/10/12

Nota:

Temos aqui mais uma sólida afirmação de que quadrinhos podem transcender aspectos infantis. Mesmo em Garfield, com tons bem inocentes, é perceptível que todas as tirinhas nos trazem intenções bem elaboradas de ironia, moral e uma conceitualização de conduta e pensamento intelectual. Segue muito o exemplo de Calvin & Haroldo, mas aqui temos um gato bonachão, preguiçoso, rebelde e de bem com a vida. Não podemos esquecer que também é um ser pensante, mesmo não tendo um polegar opositor…

Esse quadrinho em particular, segue uma coleção, sendo o 5º e tem o sub-título de “Toneladas De Diversão”. As tirinhas do gato gorducho distribuem situações corriqueiras em sua vida de sossego e gulodice. Nesse volume acompanhamos momentos em que ele se estressa com uma aranha, troça seu amigo canino, irrita; tira sarro e seguindo a linguagem popular do momento, TROLLA seu dono.

Garfield tem um sarcasmo muito peculiar, AMA ser adulado e ter todas as vontades realizadas. Se em algum momento algo dá errado ou se mete em encrenca, Olie (o cão) recebe a culpa. Se ele precisa ou deseja alguma coisa fora de seu alcance, Jon (o dono) é rapidamente recrutado para fazer o que ele pede (sim, os dois se entendem, mesmo não tendo uma conversa formal). Mas esse gato cheio de fome e irônico também possui um coração enorme, ainda mais quando está em companhia de um ursinho de pelúcia, que ele abraça para se reconfortar quando está melancólico.

Entre as coisas que ele mais AMA, além de uma deliciosa pizza e uma suculenta lasanha, Garfield também não desgruda da televisão e de oportunidades, várias, de tirar aquele “merecido” cochilo, uma soneca malemolente.

Mesmo sendo indicado para crianças, acrescento que jovens e adultos também poderiam, ou até deveriam, ler esse quadrinho (de preferência a coleção em sim), pois as histórias aqui reúnem atributos que ajudam, não somente a descontrair, mas também para refletir. Muitas vezes somos como Garfield, com seus vícios e virtudes e se podemos perceber quando ele extrapola ou pode estar errado, podemos também identificar isso em nós mesmos.

Postado em: Quadrinhos
Tags: ,

Nenhum comentário em “Terça De Quadrinhos – Garfield”


 

Comentar