Resenha – 13 Nudes
por Juliana Costa Cunha
em 29/07/20

Nota:

Adelaide escreve seus poemas-recibo nas redes sociais. Em 2019 resolveu publicar alguns destes no livro intitulado 13 Nudes, editado pela Edições Macondo.

Aqui estão reunidos poemas escritos pela autora no Facebook em noites de bebericos alcoolicos um pouco além da conta, dedicados a 5 homens com os quais se relacionou ou não e desejava receber nudes destes. Mas os nudes não vieram. E ela resolveu desnudar esses poemas.

A autora tem um ironia rasgante, até consigo mesma. Um humor que beira o corrosivo. Uma linguagem direta e crua, que à primeira vista pode parecer simplista. E pode fazer seus poemas parecerem simples da mesma forma. Mas não são. Há várias camadas a passar e muitas possíveis interpretações.

Pensar numa autora contemporânea e feminista escrevendo poemas de amor à cinco homens, pode soar piegas e fora de contexto. Ou, como ela mesma escreve, ser algo como “Síndrome de Estocolmo” (risos). Porém, não se iluda. pois neles estão todos os manifestos e toda sua expressão política.

Outra coisa que é um prazer de ler neste livro é o posfácio, aqui intitulado de pós-fax, escrito pela Érica Zíngano, analisando os poemas de Adelaide num longo poema ensaístico que dialoga com a poesia da autora e com a visível intimidade entre as duas.

Vale muito se dedicar a esses nudes.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – 13 Nudes”


 

Comentar