Resenha – Cartas para minha avó
por Bruno Lisboa
em 16/09/21

Nota:

Djamila Ribeiro é um fenômeno literário. E por suas próprias razões e méritos. Seu trabalho é de grande importância e transcende a militância racial, bandeira a qual é uma das principais representantes no país. O sucesso de público e crítica de obras como Quem tem medo do feminismo negro? e Pequeno manual antirracista (ambas já comentadas por estas bandas) só comprovam o poder de sua escrita. Dando prosseguimento a uma fase prolífica de seu trabalho seu lançamento mais recente é Cartas para minha avó.

Num relato que prima pela emoção e pela a delicadeza nesta nova obra Djamila vai por uma linha muito mais pessoal / biográfica, tema inédito em sua carreira. De fato, leitores mais atentos podem ter percebido que Ribeiro já havia potencializado em textos diversos de outrora relatos de cunho pessoal, porém o ineditismo aqui se dá pela total imersão.

Idealizado como uma série de cartas, o livro é uma homenagem endereçada a avó, com quem Djamila conviveu por 14 anos e ajudou-a definir a própria personalidade. Apesar de ter tido vida dura, a avó de Ribeiro (que se chamava Antônia) transbordava amor e isto fez toda a diferença para o enfretamento de muitas agruras da vida que a autora enfrentaria no decorrer da vida.

Num autêntico exercício da liberdade, o livro é permeado por diversos relatos vividos pela escritora e que foram reprimidos durante anos a fio. Nesta seara ela aborda, de forma detalhada, seus anos de formação abordando temas ligados ao combate a valores de uma sociedade patriarcal, as dificuldades de inserção numa sociedade racista e a força perpetuada através da união das mulheres que, anos mais tarde, Djamila desdobraria e estenderia via a luta feminista.

De modo geral Cartas para minha avó é a prova cabal de que Djamila, para além de dona de uma voz pungente e importante para nosso tempo, tem outras facetas representadas através sua escrita, podendo ser, numa mesma medida, sensível e comovente.

****

O livro foi enviado pela editora.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Cartas para minha avó”


 

Comentar