Comic Con Experience
por Thiago
em 09/12/14

Nota:

comic-con-experience-sc3a3o-paulo-brazil

 

Na semana pós Comic Con vamos fazer uma análise do evento, ou melhor da minha experiência nos dois dias em que estive presente (sábado e domingo).

Não sei se na internet estão falando bem ou não do mesmo, nem quis ler a opinião dos outros antes de escrever este texto pra não poluir nada e deixar mesmo minha impressão, e eu adorei o evento!

Foi a primeira edição, então claro que tem muito o que melhorar e crescer em pontos como organização dos painéis, tanto para a entrada do público quanto o preparo de quem ministra e também de quem traduz as mesmas, mas tudo bem, isso a gente releva. Quanto a infraestrutura o lugar atende bem, claro que novamente algumas ajustes têm que ser feitos, como a dificuldade com internet e telefonia: isso não prejudica apenas a transmissão livre e natural das pessoas pelas redes sociais e blogs, mas afeta diretamente as vendas, pois comprar algo com cartão tava bem complicado. Já que falei de vendas, uma coisa que me chamou muita atenção foram os estandes comerciais, tirando os das editoras (parabéns especial pra Leya e Aleph que estavam fantásticos) as lojas de action figures, camisetas, pelúcias e afins tinham pouca variedade e preços interessantes, como se não tivessem acreditado tanto no evento.

Na minha visão, os pontos negativos nem são tão negativos assim. Creio que em próximas edições serão facilmente resolvidos, as empresas acreditarão mais, até celebridades maiores estarão presentes.

Agora vamos às partes boas: o que mais me marcou foi o clima do lugar, mostrando que Criolo se enganou ao dizer que “não existe amor em SP”. Existe sim e estava na Comic Con Experience. Se existe algo que me incomoda, e quem me conhece sabe bem disso, é gente. Muita gente me deixa nervoso, feiras, shows, feira hippie de Bh, 25 de março de Sp, estádios de futebol e coisas do tipo, mas sei lá por que motivo lá, na Comic Con, por mais que tivesse gente pra caramba, fiquei tranquilo. Se alguém esbarrava em você a pessoa pedia desculpa na hora, com muita educação, todo mundo interagindo com todo mundo, nunca conheci tanta gente interessante num mesmo lugar seja fantasiado de Sub Zero, Mario ou até fantasiado de gente comum mesmo. Além, claro, dos escritores, web celebridades, quadrinistas, ilustradores. Enfim, o evento é uma grande confraternização de um universo de cultura nerd e pop. Lá você podia ver gente de todas idades mesmo, senhores fantasiados de tripulação de Star Trek, famílias, crianças, adolescentes, adultos, tudo, mas literalmente tudo.

2014-12-09 15.36.01

Quando eu falo em confraternização não estou brincando, afinal o coração do evento (na minha opinião – que se origina do meu sovaco mesmo) é o beco dos artistas (artists alley), onde vários quadrinistas e ilustradores, nacionais e internacionais estão expondo seu trabalho, fazendo desenhos, dando autógrafos e simplesmente trocando ideia com quem quiser. Conheci vários quadrinistas dos quais sou fã como Lu Cafaggi, Don Rosa, Fábio Moon, Gabriel Bá, Fábio Coala, Carlos Ruas, Eduardo Damasceno e muitos outros, ou seja, aguardem muitas resenhas de quadrinhos.

Além disso foi legal conhecer e trocar ideia com autores de livros bem populares como Fábio Yabu, Afonso Solano, Enéias Tavares, além de  pegar autógrafo e assistir a palestra do Timothy Zhan, autor de vários livros do universo expandido de Star Wars (a Aleph acabou de lançar em português “Star Wars – Herrdeiros do império”). Nunca vi ninguém dar tanto autógrafo com uma cara tão boa quanto ele.

2014-12-08 23.31.35

Quanto aos painéis, vi apenas os da sala Ultra, a menorzinha, pra 400 pessoas, no auditório grande as coisas mais bacanas estavam absurdamente lotadas, vi só a final do campeonato de cosplay que foi muito empolgante, deu pra entender melhor o que é fazer um cosplay e até admirar os caras que fazem.

Vi três painéis fantásticos, o primeiro foi do Timothy Zhan, falando sobre seus livros, personagens, a relação com a franquia, as expectativas e as expectativas sobre o futuro da mesma. Em seguida vi o Don Rosa, desenhista e escritor das histórias dos patos da disney desde 1987, o cara é incrivel, falou tudo que queria, detonou a disney, falou mal dos Estados Unidos e do povo americano, disse que a dinsey é uma empresa má e exploradora. Todas as perguntas feitas pra ele eram respondidas com uma aula sobre o cenário e história dos quadrinhos no mundo, do mercado latino, europeu (onde ele é idolatrado) e norte americano. Foram duas palestras (que vi uma seguida da outra) bem diferentes, enquanto Zhan frisava o quanto era grato por trabalhar com a Lucas Arts, Rosa era um furacão, bem ao estilo Nelson Rodrigues, mostrando a vida como ela é.

2014-12-08 23.28.29

Além desses vi o painel que discutia, junto com várias autoras e desenhistas a mulher na cultura pop, foi muito, muito bom. Queria em vídeo pra passar em sala de aula.

Sei que muitos enxergam esse evento, pelo que vêem das edições por ai afora, principalmente a de San Diego, como um lugar onde os grandes estúdios vão pra contar novidades, apresentar em primeira mão trailers e coisas do tipo, mas eu entendi a proposta por outro ponto e foi ele que tentei passar aqui. Claro que há a apresentação de lançamentos, estúdios, artistas, aqui também ouve, ainda com certo receio e celebridades internacionais não tão célebres assim, mesmo que muito simáticas, como o Jason Momoa (ator que fez Conan no cinema e Khal Drogo na série Guerra dos Tronos), Sean Astin (Sam de Senhor dos Anéis), Brad Dourif (a voz do Chuck e Grima Língua de cobra em Senhor dos Anéis) e o Richard Armitage (Thorin de O Hobbit). Desses, vi apenas o Brad Douriff.

2014-12-08 23.29.01

 

Mas como estava dizendo, este evento para mim tem seu coração na arte de conhecer pessoas, o confraternizar que já disse no texto, seja com famosos, com pessoas da internet, dentre elas conheci o Jacaré Banguela, o Bruno e o Tiago do Pipoca e Nanquim e o Gi,ovane do Cinema com Rapadura.

 

2014-12-08 23.34.56

2014-12-08 23.30.05

Se volto na próxima edição? Claro. Recomendo pra você que queria ir mas não foi pra não perder a próxima!!

Bons eventos nerds a todos!

Abaixo mais uma ou outra foto legal do evento pra vocês:

Fotógrafos: Charles Petrillo e Amanda Rosiere

2014-12-08 23.30.11  2014-12-08 23.28.38

Postado em: Sem categoria

2 Comentários em “Comic Con Experience”


Avatar
Gabriel em 09.12.2014 às 15:56 Responder

Boa! Tem até as famosas opiniões do suvaco no post!
E legal a discussão sobre a mulher na cultura pop, isso é algo que está sempre sendo falado (e melhora a passos muito lentos).

Avatar
Thiago em 09.12.2014 às 16:20 Responder

A mesa foi ótima Gabriel, uma hora de conversa que pareceu 10 minutos de tão bacana que tava.


 

Comentar