Resenha de Quadrinhos – Imperdoável Volume 1
por Gabriel
em 22/11/14

Nota:

Imperdoável Volume 1

Um homem em uma roupa colante e colorida com capa. O modelo, velho conhecido dos leitores de quadrinhos, é um clássico eternizado pelo Super-Homem (principalmente). Mas já é também um modelo bem saturado. Escrever sobre super-heróis hoje e seguir um padrão definido nos anos 40 é, no mínimo, arriscado. Mas alguns autores desafiam isso e conseguem se sair bem.

Em Imperdoável, Waid e Krause trazem a proposta de um herói que se perdeu. O Plutoniano é um super-homem que não aguentou o peso de seus poderes. Sua super-força, super-velocidade, visão de calor e todo o conjunto de poderes não foram o bastante para evitar que sentisse a pressão de um mundo inteiro. A cada nova missão, a cada grupo de pessoas salvas, crescia o número de vozes críticas, que reclamavam da sua atuação, do seu envolvimento; que temiam e por isso execravam o Plutoniano. E o herói, que desde sua chegada na Terra sempre atuou em prol dos humanos, resolveu que aquela raça não merecia seu apoio.

Waid e Krause não são nomes dos mais conhecidos nos quadrinhos atuais. Porém, nesta obra eles conseguem criar uma proposta interessante a partir de uma premissa antiga. Se o personagem principal é uma clara cópia do super-homem, cercado de outros heróis e vilões também não mais criativos, isso não vale para o restante do roteiro. A ideia se desenvolve bem, o Plutoniano realmente não parece disposto a recuar e tudo se encaminha para uma catástrofe em proporções globais ao final do primeiro volume.

A arte da HQ é excelente, com boa colorização e um padrão de desenhos que segue o que há de mais moderno nos quadrinhos americanos. A edição da Devir, mais uma vez, faz jus à qualidade do conteúdo e entrega uma leitura agradável e prática. A leitura é fluida e o grande diferencial em relação à arte de quadrinhos de super-heróis clássicos são algumas cenas mais cruéis, provocadas pela fúria do anti-herói que ocupa o papel principal.

Este primeiro volume de Imperdoável faz bem o trabalho de apresentar este universo tão familiar ao leitor e lhe explicar a premissa. Também apresenta uma boa parte da trama e já nos prepara para uma sequência que não parece ser tão simples de resolver. Com certeza gerou a expectativa para o segundo volume, resta saber se será uma obra a se recomendar ao final.

 

Postado em: Quadrinhos
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha de Quadrinhos – Imperdoável Volume 1”


 

Comentar