Resenha de quadrinhos – O defunto Logan
por Ragner
em 12/05/21

Nota:

Como já é quase de domínio público, meu 2º herói favorito é o Carcaju, o Wolverine, de nome James Howlett e mais conhecido por Logan. Quem acompanha nosso querido Poderoso, já leu algumas resenhas de outros quadrinhos desse carismático herói da Marvel e do último filme dedicado a ele – Logan (o filme é uma ligera adaptação da Graphic Novel Velho Logan). E seguindo a temática futurística de ambientação, com diversos aspectos que remetem à essa já clássica GN, temos O defundo Logan.

O defundo Logan foi lançado em 2019, em 5 partes e uma conclusão. Encontrei numa garimpagem em uma banca de revistas (fico fuçando bancas para tentar encontrar alguma surpresa, pois sinceramente, as vezes, comprar quadrinhos pela internet não é tão legal mais) uma edição completa e faço questão de apresentar essa maravilha para vocês. Para quem conhece um pouco mais afundo o universo das HQs sabe que o Logan velho esteve presente no universo Marvel principal (sim, os quadrinhos passeiam constantemente por universos paralelos e temporais) e por anos tinha deixado para trás o futuro apocalíptico em que vivia (sim, é deveras interessante esses lapsos dimensionais, tanto na Marvel quanto na DC).

A história aqui é que Logan ressurge em seu tempo e enquanto muitos julgavam que ele estava morto, ele, que está mesmo morrendo, deseja retornar para sua terra natal, descansar e ser enterrado junto à sua família. Mas para isso ele terá que enfrentar velhos inimigos e confrontar dilemas que o atormenta. Enquanto ele vagueia pelo deserto, Victor Creed – Dentes de sabre – (que tinha sido “morto” por ele) está a sua caça e o filho do Hulk (Bruce Jr) e Cassie Cage (filha de Luke Cage e Jessica Jones) também o procuram.

Nas primeiras páginas já vemos Logan precisando lutar pela vida, cortar e sangrar pessoas e logo depois tentar sobreviver a canibais (o futuro aqui falta água e alimento, porém sobra selvageria) e depois de ficar encarcerado por dias, seus aliados, os filhos de seus antigos amigos (tá todo mundo morto) o encontram antes de Victor e conseguem salvá-lo. Depois desse começo frenético é que tudo começa a ser explicado.

Tudo aqui é bem violento (Victor por exemplo está todo costurado, pois tinha sido retalhado por Logan) e o Bruce Jr está sendo caçado por uma seita alucinadamente disposta a extinguir o último Hulk (sim, a palavra caça aqui é lei). Logan está no meio da treta toda, precisa encontrar antigos amigos para conseguir sobreviver até chegar ao seu destino e, até lá, é cortado, estripado e toma muita porrada.

Para quem curte quadrinhos mais adultos, essa é uma baita dica e é isso que Graphic Novels representam mesmo. Fica a dica.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha de quadrinhos – O defunto Logan”


 

Comentar