Resenha De Quadrinhos – Sundiata O Leão Do Mali – Uma Lenda Africana
por Ragner
em 06/08/13

images

A cultura africana é um bocado diferente da nossa, todo o povo possui costumes e hábitos diferenciados dos nossos (assim como pessoas de todo o mundo) e quem procura um pouco de informação reconhece isso. A literatura segue com um contexto que podemos não estar acostumados, a vida em seu cotidiano e forma de entretenimento é bem particular em relação à outros continentes. Já li outra HQ que conta um pouco sobre o modo de vida africano: Aya De Yopougon. Agora encontrei Sundiata, que conta sobre uma lenda que incorpora o folclore do continente africano.

Como qualquer outra lenda, Sundiata narra a guerra entre duas tribos, uma verdadeira batalha entre o bem e o mal. Aqui acompanhamos um tradicional mito do oeste africano e a criação . De início já deixa claro que tal história constrói a busca pelo poder de governar, o desejo de alguns homens de reinar os mais fracos e como o mal fica a espreita de qualquer momento para subjugar quem fosse contra.

Nova Imagem (20)

Will Eisner reconta a sua maneira, com seus traços característicos, cores emblemáticas e sua narrativa envolvente tal conto. A grande pedra cinzenta esperava pela chegada de homens maus, capazes de governar o mundo, para dar poderes sobrenaturais. Sumanguru era ganancioso o suficiente para não se contentar com a terra que conquistara (Sasso) e então se uniu a pedra com a intenção de dominar tudo e a todos. Com o passar dos tempos, um pequeno povo pacífico, de Mali longe do conhecimento de Sumanguru, prosperava, até a notícia alcançar o rei de Sasso.

A gente de Mali era dócil e tentou de todas as formas se defender do ataque Sumanguru, que era poderoso e maligno. A pedra cinzenta o aconselhou a tomar cuidado com o filho mais novo do rei de Mali, mesmo esse sendo coxo e ainda criança, mas a arrogância e petulância de Sumanguru subestimou o pequeno aleijado e o poupou. A criança chamada Sundiata foi curada por um xamã e anos depois cresceu forte e habilidosa. Enquanto o rei de Sasso tornava-se mais poderoso, Sundiata se transformava em um homem corajoso e sábio.

Outras tribos buscaram em Sundiata um rei e o líder capaz de derrotar Sumanguru, que logo foi informado sobre “o pequeno sapo” que era amado pelo povo. O rei não podia supor a ideia de outro no seu lugar e ordenou que matassem Sundiata, mas o destino tinha outros planos.

Como um conto que apresenta toda a concepção da criação de mundo e formação de um povo, com suas batalhas e glórias, essa HQ nos mostra, pelo olhar de Will Eisner, uma lenda africana sobre a fundação do Império do Mali. Cada povo tem suas lendas e mitos e o mundo africano é composto pelos seus também. Sundiata permanece na boca dos contadores de história, ensinando, de geração a geração, a luta contra o maldade e a vitória do bem.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha De Quadrinhos – Sundiata O Leão Do Mali – Uma Lenda Africana”


 

Comentar