Resenha – Édipo Rei
por Patricia
em 16/01/13

Nota:

ArquivoExibir.aspx

Édipo Rei é uma peça de Sófocles – dramaturgo grego – e se trata da tragédia que se abate sobre a família de Édipo.

A história começa com um Sacerdote de Tebas que vem implorar a Édipo por ajuda porque sua cidade passa necessidades. Para decidir o que fazer, o rei Édipo manda Creonte (seu cunhado) ir até o Oráculo perguntar o que Deus Apolo quer que seja feito. O conselho de Apolo é “de limpar a imundície que corrompe este país, e não deixá-la crescer até que se torne inextirpável.” (Pensou no Brasil também? Apolo parece saber das coisas). Esse é um conselho genérico mas logo descobrimos que Apolo quer que Édipo encontre o assassino de Laio (Rei antes de Édipo) e o entregue à justiça.

Achando tudo muito razoável, Édipo decide ele próprio se encarregar da investigação. Mas por onde começar? Chama, então, Tirésias – o adivinho da cidade para que ele possa dizer o nome do assassino. Fácil assim. Mas Tirésio vê algo muito mais pertubardor: o assassino está tão perto que ninguém imagina quem é, ele tem como sina ter assassinado o próprio pai e casado com a mãe, sem ter nenhuma idéia disso e essa pessoa…é o próprio Rei.

O horror se instala e Édipo culpa seu cunhado por armar uma brincadeira sem graça para desmoralizá-lo e tirá-lo do poder. O cunhado nega mas é afastado da Corte. A Rainha Jocasta, no entanto, não acredita em nada disso de previsões e adivinhações. Ela explica que seu ex marido – Laio – também tinha recebido uma notícia terrível do Oráculo: que ele morreria pela mão de seu filho. Então, quando a criança nasceu ele a mandou embora a fim de nunca poder se aproximar dele.

Ao narrar a morte de Laio, Jocasta lança luz no acontecimento e assusta Édipo. Isso porque ele foi um filho “adotivo” de um casal pobre e quando pediu a Apolo que confirmasse se isso era verdade ou não, Apolo lhe disse que ele mataria seu pai. Com medo do que poderia acontecer, Édipo foge da cidade e encontra pelo seu caminho um grupo de homens que o tratam mal. Indignado com isso, ele mata todos restando apenas um que foge. Mas Jocasta está segura de que seu filho com Laio morreu e o acalma. Nesse meio tempo, o pai adotivo de Édipo morre e ele sente-se livre da “maldição”, afinal…seu pai morreu de velho e ele não teve nada a ver com isso.

Claro que nada fica obscuro por muito tempo e logo descobrimos que Édipo é, sim, filho de Laio e a profecia de realizou. Jocasta se suicida de desgosto e Édipo fura seus próprios olhos.

Uma coisa que notei é que Édipo é um Rei muito mais democrático do que qualquer Rei seria em uma monarquia. Talvez os princípios gregos da democracia já tivessem uma sementinha aqui (e nasceria oficialmente mais ou menos 70 anos depois da peça ser escrita) – Tirésias fala com o Rei de igual para igual e o acusa sem medo de repercussões. Conseguem imaginar algum Rei sendo chamado de assassino e simplesmente deixando o acusador viver? Pois é. Tirésias deixa muito claro que não acredita que o Rei tenha poderes para julgá-lo, que isso cabe ao Deus Apolo. E sai vivo e inteiro do palácio.

A peça foi a base para a teoria de Complexo de Édipo de Freud: quando uma criança atinge a maturidade sexual, ela entende as diferenças entre os sexos e tem sentimentos contraditórios de amor e hostilidade (amor à mãe e ódio ao pai), provando a importância da obra. A peça é bem escrita e, mesmo que com um português um tanto rebuscado, é fácil de se compreender o texto. São apenas 92  páginas e ainda que a leitura possa se tornar um pouco arrastada no melodrama, isso não dificulta em nada na interpretação da história.

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

42 Comentários em “Resenha – Édipo Rei”


Avatar
Gabriela Do Carmo em 22.03.2013 às 16:14 Responder

Pocha, parabéns, ótimo resumo !
Pena que isso é publico, se não fosse copiaria pra minha redação!

Avatar
Paty em 22.03.2013 às 16:25 Responder

Oi Gabriela,

Ficamos felizes em ajudar. Pode usar o texto como inspiração. 🙂
Você gostou do livro?

Abs.

Avatar
Felipe em 10.10.2013 às 13:18 Responder

Muito bom o resumo, tenho uma correção, se me permite. Édipo foi adotado pelo rei de Corinto, tornando-se príncipe. Foi entregue por um pastor pobre, mas sua família era real.

Parabéns!

Avatar
Paty em 10.10.2013 às 13:24 Responder

Oopaa..mas pode corrigir sim, claro. 🙂
Obrigada.

Abraços.

Avatar
vitor hugo peroza em 29.01.2014 às 19:17 Responder

muito bom !! otimo muito obrigado! #

Avatar
monique em 20.03.2014 às 20:57 Responder

VALEU…MUITOO BOom
🙂

Avatar
Alice do país das maravilhas em 26.04.2014 às 10:28 Responder

muito bom resumo parabens. continue assim e traga a magia do país das maravilhas

Avatar
maria eduarda em 25.11.2014 às 18:17 Responder

muito bom o resumo , eu estudo quinta série e gostei muito e usei para o dever de filosofia e a professora amou e falei que foi pegado de um site e falei que quem enviou vou um tal de paty!!
obr bjus ajudou muito!!!!

Avatar
Paty em 26.11.2014 às 06:06 Responder

Oi Maria Eduarda, fico muito feliz que o texto tenha te ajudado. 🙂

Avatar
maria+eduarda em 25.11.2014 às 18:18 Responder

muito bom amei!!

Avatar
renata em 16.02.2015 às 17:37 Responder

ótimo resumo obrigado !!

Avatar
Erno Ellwanger em 17.02.2015 às 19:12 Responder

òtimo resumo, pois assistí o filme quando cursei história 1999. Sempre é bom recapitular. Parabéns.

Avatar
Noça em 31.03.2015 às 18:42 Responder

Fiz um ficha de Filosofia com este site, e modifiquei com as minha palavras, porém meu professor achou plágio e mandou eu refazer só que valendo 7.
Eu li o livro porém ficaria meio estranho escrever tudo com as minhas palavras.
Mas este site ajudou muito

Avatar
Mikaela em 05.05.2015 às 20:29 Responder

É muito boa a peca eu fiz a Jocasta aqui em meu Estado fiquei muito feliz

Avatar
Soko Mentando em 12.05.2015 às 10:58 Responder

Muito bom o resumo, parabéns, queria ter essa mesma objetividade com as palavras!!! um abraço

Avatar
Priscila em 04.06.2015 às 13:39 Responder

Adorei o RESUMÃO. Eu estava lendo o livro e fiquei com algumas duvidas, e concerteza isso me esclareceu tudo. Muito bom mesmo.

Avatar
Itamara em 06.06.2015 às 21:55 Responder

Parabéns pelo resumo, muito bom…

Avatar
Wilgner em 22.09.2015 às 21:51 Responder

Ótimo resumo..apenas uma correção: Sófocles foi um Tragediógrafo e não Filósofo =)

Ragner
Ragner em 23.09.2015 às 19:18 Responder

Opa. Muito obrigado. Já acertado aqui.

Avatar
Lethicia Cirino em 23.09.2015 às 17:22 Responder

Muito bom !!!! Adoreii

Avatar
Flávia Paixão em 24.10.2015 às 20:38 Responder

Meu professor de Teoria Literária vai ficar bem satisfeito com meu tabalho..hehe. Muito bom o resumo, ajudou muito!

Avatar
NIVEA KELLY em 03.03.2016 às 18:27 Responder

MT BOM GOSREI DO RESUMÃO TBM GOSTO DAS HISTÓRIAS QUE VCS RESUMEM E GOSTO TBM DOS ARGUMENTOS DESSAS HISTÓRIAS

Avatar
Alexandre Luis Sanabria Boeri em 05.04.2016 às 19:41 Responder

Veí… Muito bom! Ajudo d ++++ na prova… Cara… eu li esse resumo 10 minutos antes da prova e tirei 9,5… Na moral, eu estou devendo a minha bunda pra vcs… VLW!

Avatar
Fabio em 08.04.2016 às 15:38 Responder

Olha, a intenção de ajudar sempre é válida, portanto o resumo merece um destque postivo por isso.
Entretanto, a história está muito mal resumida, começou a ser contada atropelando uma série de fatores fundamentais para a compreensão da trama.
É legal ver que esse resumo tem ajudado bastante gente (como podemos ver através dos comentarios) mas procure ser mais fidedigna a obra contada.
Abraço

Avatar
Patricia em 08.04.2016 às 16:27 Responder

Oi Fábio, uma resenha não tem a intenção de resumir a história. Ela é uma interpretação (na forma como a fazemos).
Dessa maneira, quando escrevemos a resenha, um ponto importante para nós é passar uma opinião – que sempre é subjetiva.
Até mesmo o que achamos que é importante na história pode ser subjetivo. O que coloquei na resenha foi o que eu julguei importante na minha leitura do livro. Outras pessoas podem achar que os pontos que citei são suficientes ou não.
Abraços.

Avatar
kemuel simões em 14.04.2016 às 09:39 Responder

MUITO BOM! Me ajudou muito no meu trabalho!

Avatar
Carol Castro Macedo em 19.04.2016 às 17:15 Responder

Amei o resumo,me ajudou muito!!! Eu estava precisando. Patricia eu queria saber se você poderia fazer o resumo do livro Otelo e Rei Arthur por favor.

Avatar
Pedro em 04.05.2016 às 09:42 Responder

Muito bom

Avatar
nara moura em 13.09.2016 às 10:47 Responder

gostaria de saber que comparações podemos tirar dessa obra edipo rei com a realidade.

Ragner
Ragner em 20.09.2016 às 00:12 Responder

Como ressaltado na própria resenha, há o entendimento do “complexo de Édipo” que é estudado e explicado na psicologia. Mas não é somente a sina de Édipo em seu relacionamento com sua mãe que figura nessa obra, mas também os princípios gregos de democracia tão importantes para a formação de um governo.

A realidade muitas vezes é vislumbrada de maneira romanceada em algumas histórias. No caso aqui, a dramaturgia grega tenta narrar acontecimentos que podem contextualizar formações psicológicas ou filosóficas do imaginário humano.

Avatar
claudio em 19.10.2016 às 22:06 Responder

eu não entendi a ultima parte mais ta muito bom

Avatar
Édipo em 06.02.2017 às 09:38 Responder

Meus cumprimentos Patricia, tu escreve muito bem. Antes de mais nada, Édipo é meu nome mesmo, sem zueira.
Só queria fazer uma correção como estudante de psicanálise: o complexo de édipo é uma teoria psicanalítica, que é um dos desdobramentos da psicologia.
Outro fato importante, não se trata de maturidade sexual, o complexo de édipo é uma das fases do desenvolvimento psicossexual infantil, também composto por outras fases com outras características.
Retificado, agradeço pelo espaço e fica o incentivo pra ti continuares escrevendo. Grande abraço

Avatar
Jovemleitor24viadinho em 05.04.2017 às 23:21 Responder

Muito top!

Avatar
igor em 16.08.2017 às 19:11 Responder

muito obrigado

Avatar
Mariana em 18.08.2017 às 09:50 Responder

MUITO OBRIGADAAAAAAAA, meu professor mandou ler o livro, eu li, mas não entendi muito, então procurei aqui hehehe, hoje irei fazer uma prova desse livro, to pronta agora kkkk

Avatar
Patricia em 18.08.2017 às 10:48 Responder

hahaha…boa prova!! 🙂

Avatar
MARIA SOLEDAD BRIONES em 27.03.2018 às 21:39 Responder

Amei Parabéns muito bem sua resenha…me ajudou muito no meu curso de Psicanálise excelente compreensão…obrigada!

Avatar
Jessica Cristina em 08.05.2018 às 08:39 Responder

😆Ótimo resumo ajudou muito,vou tirar 10 na prova sobre esse livro.😆

Avatar
Vitor Pereira em 30.07.2018 às 15:59 Responder

E aí, conseguiu ir bem na sua prova do livro?? É que eu tbm tenho a mesma prova desse livro, e eu queria saber com esse resumo, eu possa ir bem!!

Avatar
Patrícia em 10.03.2019 às 11:26 Responder

A Teoria Literária consegue relacionar a tragédia de Sófocles, Édipo Rei, com assuntos da contemporaneidade, assim os aspectos de regras estruturais da era clássica são postos em segundo plano, abrindo espaço a critérios formais da atualidade. Como por exemplo:

a )

Por Édipo ser um personagem que está em busca de si, acaba sofrendo grandes consequências por isso. A psicanálise inspirou-se na tragédia grega para dar nome a uma terapia analítica e explicar o desejo de filho pela mãe, assim foi nomeado o Complexo de Édipo.

b )

A Teoria de Literatura defende a linguagem da tragédia, pois mesmo alguns personagens apresentando baixa condição social, a linguagem culta deve ser valorizada em um texto, pois é a linguagem utilizada pelo público de leitores que receberá a obra.

c )

O valor de tragédia se dá, na Teoria da Literatura contemporânea, por meio da condução da trama, na qual o autor buscou deixar a tragédia da obra no fim da narrativa, com objetivo de prender a atenção do leitor.

d )

A condução da trama, é um dos principais fatores valorizados pela Teoria da Literatura, pois se a obra não seguir a estrutura de “começo, meio e fim”, expondo a tragédia apenas no final da narrativa, e não logo na primeira parte da obra, o leitor perderá o interesse na leitura.

e )

A Teoria de Literatura se preocupa com a mensagem que a obra transmite ao público, pois se a narrativa não condizer com a realidade dos seus leitores, a obra deixará de existir.

Avatar
Heder em 12.04.2019 às 13:43 Responder

Péssimo, muito bagunçado, muito fora de ordem.

Avatar
Patrick Slongo em 11.07.2019 às 11:20 Responder

Muito bom!! Parabéns muito útil e bem organizado!!! Meus parabéns,me ajudou muito!!!!! 👏🏻👏🏻


 

Comentar