Resenha – Êxtase
por Ragner
em 10/10/14

Nota:

fallen 4

 

3 livros já tinham ido e minha vontade de terminar a coleção foi bem grande. Não digo que são livros que fazem parte da minha estante, mas a escrita é bem leve, flui bem e a autora conseguiu, muito bem, me deixar curioso sobre tudo que foi escrito. Não li Crepúsculo, não li vários outros juvenis-românticos, mas gostei bem dos livros que contaram a história de Daniel e Lucinda. Leitores das demais resenhas já devem saber que comecei a ler por indicação e, após dois anos, finalizo aqui o último volume agradecendo à querida Ludmila Pires. Valeu a pena. Gostei de conhecer um pouco mais desse universo literário que há anos tenho ressalvas.

Êxtase continua em ritmo acelerado, segue com as desventuras de anjos caídos e de uma mortal que vai entendendo seu valor entre seres eternos e de grandes poderes. Podemos descobrir mais sobre quem é quem, de que lado cada um batalha e como a guerra entre o céu e o inferno é bem mais cheio de particularidades do que poderíamos imaginar. Outras perguntas vão sendo sugestionadas e tudo vai se definindo mais claramente do que nos outros livros. Uma certa objetividade aqui pode ser melhor notada do que em Tormenta e Paixão e inimigos, anteriormente, declarados, acabam juntando forças, pois o Bem parece um tanto quanto autoritário e o Mal…bom, o mal continua sendo mal, independente de suas intenções.

 

FallenSaga

 

Nesse volume Daniel, Cam, Gabbe, Ariane, Roland, Molly e Annabelle se unem para impedir que Lúcifer consiga “zerar” o mundo. No início dos tempos, quando o Anjo da luz se posicionou contra Deus, alguns seres celestiais fizeram uma escolha, alguns permaneceram na luz e outros foram para escuridão e nesse momento caíram na Terra, vagando como seres dispostos a balancear essa guerra divina. Após voltarem ao momento da escolha, percebem que Lúcifer inicia um plano para fazer da Queda o instante que reformularia o mundo e aproveitaria disso para poder construir seu reinado se opondo à Deus. Luce, em suas viagens temporais, também presenciou tal fato e quando voltou para seu tempo real, entendeu que todos os anjos que conhecia, precisavam se unir para poder acabar com os planos de Lúcifer, mas para isso precisavam correr. Apenas 9 dias os separavam da tal Queda. Precisavam de 3 relíquias divinas e encontrar o local exato de quando chegaram à Terra.

Somos apresentados a outros seres e encontrando seres, que conhecemos como maus, fazendo alianças, com outros que conhecemos como bons, para um bem maior. Temos os Párias se unindo à Daniel e seus amigos, temos a Balança, criaturas autoritárias que se dizem protetores dos disígnos de Deus, batalhando contra os anjos caídos e os Anciões que vivem por milênios entre os humanos e que desejam matar a humana que atrapalha o equilíbrio eterno. Luce está no meio do furacão. Sempre esteve e agora, com o passar de todos os meses desde sua chegada a escola Sword & Cross, não é mais uma garota que desconhece sua própria história, Luce está intimamente ligada as suas encarnações passadas, está mais confiante de quem verdadeiramente é e possui a coragem para poder enfrentar seus desafios.

Em Êxtase, muitas perguntas vão sendo respondidas e algumas outras são escancaradas para o deleite do leitor. A autora consegue evoluir bem nesse volume, mas a guerra celestial e a corrida para confrontar Lúcifer, jogou diversas informações que poderiam muito bem serem destrinchadas em mais outro livro, é muito perceptível o nível de informações e criação melhorada aqui e isso poderia mesmo garantir um outro livro, mas isso é querer que tudo fosse melhor aproveitado. Entendendo que material havia. Relações com passagens históricas e acontecimentos bíblicos há demais aqui, o que achei bem legal, mas há também relações com condições humanas que poderiam ser diferentes (o lance do aspartame por exemplo, mas isso é SÓ um ponto). Lauren Kate também conseguiu manter aquele clima de grandes eventos e descobertas surpreendentes durante todo o livro e aquela vontade de ler até o fim sem chegar a conclusões antecipadas se manteve bem. É o melhor dos 4.

 

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Êxtase”


 

Comentar