Resenha – Filosofia de Botequim
por Gabriel
em 02/12/12

Nota:

Filosofia de Botequim

Algumas das maiores questões da filosofia, exploradas até um nível ao mesmo tempo suficiente para o entendimento básico e raso o bastante para que o leitor se sinta tentado a buscar mais informações. Tudo isso estruturado com referências a ótimas cervejas do mundo todo. Este livro do Matt Lawrence é feito para mim, eu diria.

A ideia básica é esta que já apresentei: o autor escolheu 48 das questões filosóficas mais importantes (filosóficas mesmo, com direito a sentido da vida, existência de alma, discussões sobre o tempo e por aí vai); combinou estas 48 questões a 48 rótulos de cervejas do mundo todo, sempre com algum vínculo entre o rótulo e a questão discutida; e organizou isso em capítulos, com uma explicação da questão filosófica seguida de alguns questionamentos para provocar o leitor a pensar. O tempero final fica por conta das referências bibliográficas de cada capítulo, que te dão um direcionamento para adensar o conhecimento sobre cada questão.

Filosofia de Botequim é uma boa ideia bem executada. Talvez o único ponto a se questionar no livro sejam as “fichas de avaliação de cervejas” que ele incluiu em cada capítulo. Melhor seria ter dado apenas um modelo, que pudesse ser reproduzido; e não esperar que eu (ou qualquer leitor) escreveria minhas notas no próprio livro.

A edição brasileira da obra também merece destaque. Para compensar a dificuldade em encontrar as 48 cervejas estrangeiras citadas, foi adicionado um novo capítulo ao final, com nomes e descrições de algumas ótimas cervejas brasileiras que também podem ser degustadas durante a leitura do livro. Ótimo trabalho de pesquisa e ótimos os rótulos escolhidos.

Filosofia de Botequim é para um público bem específico. Mas se você, como eu, tem interesse em filosofia e em cervejas, não hesite: mergulhe de cabeça.

Postado em: Resenhas
Tags: ,

2 Comentários em “Resenha – Filosofia de Botequim”


Ragner
Ragner em 02.12.2012 às 13:29 Responder

Opa, que tenho que dar uma olhada viu. Não pelas cervejas, mas pela filosofia, kkk.

Avatar
Paty em 08.12.2012 às 10:38 Responder

Dois assuntos que me interessam! =D
Gostei da resenha..o livro parece ser muito bom.


 

Comentar