Resenha – Jogando Por Pizza
por Ragner
em 19/02/13

Nota:

 


download

 

Os livros que conheço de John Grisham versam muito sobre o universo dos tribunais, sobre advogados e juízes, mas dei de cara com algo completamente diverso e digo que valeu muito a pena.

Em Jogando Por Pizza, Grisham escreve sobre um jogador de futebol americano que vê sua vida profissional ir pelo ralo nos Estados Unidos e com uma única chance de voltar a jogar, mas isso acontecerá apenas na Itália. Longe de todo aquele mundo jurídico (que é excelente diga-se de passagem), somos conduzidos a um enredo que trabalha com esporte, vida italiana, um certo choque cultural e mudança. Posso dizer que a maioria dos livros do autor já me agradavam bastante, mesmo sendo sobre um assunto que não é bem minha praia (direito), mas tenho que favorecer essa diferença de tema. Gostei muito do que vi pela frente. John escreve de forma envolvente e empolgante. Posso defender que meu interesse pela comida italiana aumentou. Demasiadamente.

Rick Dockery é um Quaterback que sofre sua 3ª concussão em um jogo que já parecia vencido. A derrota, vergonhosa, é ocasionada por passes que liberaram uma reação adversária e também pelo medo de enfrentar um impacto (Dockery receava os contatos mais duros). Ao acordar em um hospital, a única pessoa preocupada com ele é seu empresário, que tenta conforta-lo de alguma maneira e faze-lo entender que seus dias de jogador profissional nos E.U.A. estão acabados.

Depois de uma proposta inusitada para jogar uma temporada na Itália, Dockery se depara com uma cultura totalmente diferente da que vivia. As pessoas se mostravam mais intensas, com gostos, vontades e ações que ele não estava acostumado. Seu contrato foi acertado com um time situado na cidade de Parma e entre as coisas mais importantes que seus companheiros de time vão lhe mostrando, está a culinária, que o tão falado quaterback da NFL acaba se apaixonando (eu fiquei mega entusiasmado em experimentar um prato de entrada deles, só não achei os ingredientes ainda, mas me dá água na boca só de pensar).

Entre descobertas alimentares e entrosamento com o povo passional, Rick vai se deixando envolver com tudo o que lhe é apresentado e ao ser convidado para conhecer a Ópera, mesmo relutante ele vai e se vê apaixonado pela atriz principal que não é bem recebida pelos empolgados italianos. Um ligeiro romance acontece e ele começa e querer mudar de vida. De um conquistador de líderes de torcida a um homem sério que se interessa por um algo a mais, Rick começa a repensar sua vida.

Depois de uma derrota vergonhosa, de companheiros indo embora e outros chateados com sua conduta, Dockery resolve se comprometer de vez com tudo de novo que está acontecendo em sua vida e decide não se importar mais com sua vida passada. Parma passa a receber seu respeito. A mulher que ele deseja ao seu lado o dispensa. Mas ele decide seguir em frente. Decide dar uma chance à uma nova vida e se deixa envolver com quem lhe importa agora.

Jogando Por Pizza é deveras um livro que empolga e prende. Gostei muito da forma que vai nos mostrando a Itália como um roteiro de férias, com suas cidades e comida e o livro também deixa aquela ideia e intenção de conquistar novos ares, de conhecer e encarar novos desafios.

 

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Jogando Por Pizza”


 

Comentar