Resenha – O avesso da pele
por Juliana Costa Cunha
em 19/08/20

Nota:

Pedro é negro e estuda arquitetura. Seus Pais, Martha e Henrique, também negros viveram uma relação conturbada até o dia que se separaram e Pedro passou a ter menos contato com seu pai. A relação com sua mãe não é das melhores e, apesar da distância do pai, sempre se remete a ele com muito afeto. É Pedro quem nos narra sua história. Na verdade ele nos narra a história de seus pais e, através dela, insere a sua.

Em “O avesso da pele” Jeferson Tenório faz um resgate afetuoso das memórias afetivas dessa família, através da percepção de Pedro, que precisar ir ao enterro de seu pai e resgatar suas coisas no apartamento em que morava. Fica tranquilo que não tô dando spoiler. Sabemos disso logo nas primeiras páginas, tá?!

Com esse resgate o narrador vai nos contato das infâncias difíceis de seus pais, das privações que passaram e também da tomada de consciência deles sobre sua raça e a cor de sua pele. E é Henrique, pai de Pedro, que vai fazendo com que ele tome também consciência disso.

No livro são abordadas diversas formas de racismo. Nas estruturas familiares, nas estruturas estatais, nas estruturas educacionais, entre outras. Mas o que me chamou atenção na narrativa é que o autor, apesar de trazer conceitos sobre raça e classe no texto e tratá-os de forma bem didática e acessível, não faz de seu livro uma aula. O autor está mais preocupado nas questões subjetivas de como essas questões atingem suas personagens.

A análise mais profunda em o Avesso da Pele não se prende ao conceitos do racismo estrutural e todas as suas nuances, mas em como ele afeta cada uma das personagens do livro. É o avesso da pele que interessa ao autor.

Há no livro muitas referências a obras de arte, literatura e música produzidas por artistas negras e negros ao longo da história. E é absolutamente linda a passagem em que Henrique, professor de escola pública consegue prender a atenção de seus alunos discutindo a obra “Crime e Castigo” de Dostoiévski.

Confesso que em alguns momentos da narrativa fiquei um pouco cansada com o tom cúmplice que o autor emprega no texto para nos fisgar enquanto leitores. Mas isso de forma nenhuma compromete a obra, que vale muito ser lida.

***

Livro enviado pela editora

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – O avesso da pele”


 

Comentar