Resenha – O médico e o monstro
por Patricia
em 11/01/13

Nota:

o médico e o monstro

O médico e o monstro é um clássico por diversos motivos.  Lançado em 1886, o livro aborda a questão do bem e do mal de uma maneira diferente elevando o debate que começava na época sobre as teorias psicanalísticas. A sociedade inglesa debatia um caso – no qual o livro foi baseado – de um marceneiro que de dia seguia suas responsabilidades e, de noite, roubava as casas dos moradores. Começou aqui a conversa sobre comportamentos dúbios que mais tarde se transformou em “transtorno bipolar”.

O advogado do Dr. Jekyll, Sr. Gabriel Utterson, recebe o testamento do Dr. escrito à mão e um de seus desejos finais o deixa encafifado: se algo acontecer ao Dr., todos os seus bens deveriam ser entregues ao Sr. Hyde. No entanto ninguém sabia quem era esse Sr. Hyde – e por mais que perguntasse ao círculo próximo do Dr. Jekyll, ninguém nem ao menos havia ouvido falar dele.

Quando finalmente conhece Hyde, Utterson sai incomodado mas não entende o motivo. Sua impressão de Hyde não foi das melhores mas ele não sabe explicar porque. Hyde é uma pessoa que incomoda e deixa uma má impressão.

Um ano depois algo terrível acontece: Hyde mata um idoso na rua de madrugada a sangue frio. Uma jovem sentada à janela vê tudo e o entrega à polícia que imediatamente começa a procurá-lo com a ajuda do Sr. Utterson, mas Hyde não pode ser encontrado em lugar nenhum.

Essa época também traz um Dr. Jekyll mais presente na vida dos amigos após um longo período afastado. Ele os convida para jantar, participa de eventos para caridade e  parece que tudo está voltando ao normal. Até ele sumir novamente. Poole – empregado do Dr. Jekyll – aparece em desespero na casa do Sr. Utterson e pede sua ajuda. Ele acredita que seu patrão foi assassinado por Hyde que agora se esconde na casa. Os dois correm para lá e encontram Hyde morto.

A temática é pesada, claro, mas o autor aborda um tema essencialmente humano: o bem e o mal em cada um de nós. Afinal, apesar de Dr. Jekyll e Hyde serem dois lados da mesma moeda, um não criou o outro. Eles dividiam o espaço com o desequilíbrio comum em todos – o bem superando o mal ou vice-versa.

O livro é curto e prende a atenção do leitor, então é possível ler em uma tarde tranquilamente. A atmosfera de suspense é trabalhada extremamente bem e o leitor sente o tempo todo a escuridão por trás da história. É um bom livro para jovens leitores justamente por conseguir prender a atenção tão bem. Um clássico para qualquer idade.

Entrou para a lista de preferidos, fácil!

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

40 Comentários em “Resenha – O médico e o monstro”


Avatar
joao em 06.11.2014 às 10:19 Responder

MUITO BOM MESMOOOOOO

Avatar
Isabely em 06.11.2014 às 17:23 Responder

Perfeito!!!!

Avatar
igor em 09.11.2014 às 20:19 Responder

muito bom

Avatar
layla em 18.11.2014 às 13:05 Responder

, ótimo ,, mais esta faltando muita informação para explicar História ..

Avatar
Paty em 18.11.2014 às 13:07 Responder

Oi Layla, a idéia aqui não era recontar a estória e sim comentar impressões de leitura.
A resenha tem apenas uma breve sinopse como é de praxe.

Avatar
layla em 18.11.2014 às 13:16 Responder

ola Paty , primeiramente HISTÒRIA se escreve assim não com “E” sua BURRA num tem nem capacidade de ter um Blog .. BURRA VAI APRENDER A ESCREVER PRIMEIRO DEPOIS VC VEM QERER DAR LIÇÂO DE MORAL >> vlw !

Avatar
Paty em 18.11.2014 às 13:21 Responder

Amiga, estória e História são aceitos. Estória é mais antigo, apenas. Hoje ambas têm quase a mesma definição – apesar do mais comum ser história. E não tem lição de moral, apenas expliquei que em resenhas não se coloca sinopses muito longas dos enredos. Acho que vale a pena a gente aprender a comentar melhor nas redes, não? Respondi educadamente seu comentário, espero no mínimo o mesmo.

Avatar
Paty em 18.11.2014 às 13:25 Responder

Aliás, mais e mas são coisas diferentes. Seu primeiro comentário deveria ser “ótimo…MAS está faltando muita informação para explicar a história.” e não usando o “mais” como vc fez. Ah sim..e “num e não” também são coisas diferentes. “num tem capacidade” não existe. Deveria ser “não tem nem capacidade”. Talvez seja uma boa colocar comentários revisados antes de chamar alguém de burra. 😉

Avatar
Sheyla em 25.11.2014 às 09:11 Responder

Mandou bem, Paty! Comentário de péssima qualidade da pessoa acima, mas tem uma explicação: as pessoas costumam descarregar nos outros as características delas próprias, inconscientemente!

Avatar
edmagister em 02.12.2014 às 10:18 Responder

Concordo com você, Sheyla.

Deixemos a Layla “Hyde” com seus comentários sem base.
A Paty “mandou” bem!

Avatar
Irinia em 11.01.2015 às 18:08 Responder

É mas o que vc acha? Nesse caso o mal prevaleceu, a última “transformação” foi a de Hyde, e por vezes ele demonstrava uma certa ansiedade em querer ser o Hyde, como um vício.

Acho que ele “preferisse” ser muitas vezes o seu lado ruim. Mesmo tentando encontrar o ingrediente de sua fórmula que faltava… Essa parte foi predominante. Porque ele podia morrer Jekyll, tentando ser Hyde, mas foi op contrário.

Beijos

Avatar
Paty em 11.01.2015 às 19:55 Responder

Faz sentido, até porque como Hyde ele podia simplesmente fingir que as regras não se aplicavam a ele. Ser mal às vezes é mais apelativo porque ser “bom” é difícil em alguns momentos. Faria sentido.
No geral, acho que a idéia do livro não era um ganhar do outro, mas mostrar que uma mesma pessoa podia ser tanto boa quanto má e que isso dependia muito dela mesma. 🙂

Vou ler sua resenha. 😀

Bjos.

Avatar
Irinia em 11.01.2015 às 18:13 Responder

Ah fiz uma resenha tb. Beijos

Avatar
duany em 08.05.2015 às 16:49 Responder

Gostei muito é muito legal me ajudou a fazer o reuso deste livro na escola

Avatar
duany em 08.05.2015 às 16:51 Responder

Mmmmmuuuuiiiito bom mesmo me ajudou a fazer resumo da escola desse livro

Avatar
Dalton em 28.08.2015 às 09:21 Responder

é muito bom mais ainda n entendi o moontro é o jakil ou é o hide

Avatar
Patricia em 28.08.2015 às 09:24 Responder

Oi Dalton, não sei se vc leu o livro, mas explicar isso seria um spoiler do livro.
=/

Avatar
Julia em 07.09.2015 às 17:34 Responder

Gostei do livro, apenas achei um pouco complicada a escrita. Mas mesmo assim estão de parabéns hahaha. Aahh. E Paty. Vc mandou bem mesmo! <3

Avatar
Reh em 14.09.2015 às 17:43 Responder

mt bom , aprovado

Avatar
isadora em 06.11.2015 às 10:00 Responder

Comecei a ler a uma semana para a escola,ainda tenho algumas dúvidas sobre oq li até agora,não poderia pedir espoiler,mas só queria dizer que até agora estou adorando,gosto muito de ler,este é meio pequeno,mas é bom para um simples trabalho de escola! Adorei^_^

Avatar
#Anonimo em 28.04.2016 às 15:14 Responder

Entendi agora porque que se chama resumão. Não da nem pra entender direito a história!

Avatar
Patricia em 28.04.2016 às 15:17 Responder

Na verdade chama-se Resenha (conforme está escrito na frente do título da obra). O nome do site é uma mera brincadeira com as pessoas que esperam que resenhas sejam resumos. 😉
Uma resenha trata mais de opinião do que de contar a história totalmente…é essa a idéia que tentamos implementar aqui no Poderoso.
Obrigada pela visita.

Primeira rodada do BR 2016: 45 pontos ou rumo ao Hepta? | Mundo Rubro Negro em 17.05.2016 às 00:28 Responder

[…] com que a seu comportamento oscile entre a euforia e o pessimismo. Em virtude dessa dualidade de Dr. Jekyll and Mr. Hyde, quem de nós tem convicção de nosso destino nessa […]

Avatar
Havena em 17.05.2016 às 09:32 Responder

Vi esses personagens no seriado Once upon a time, queria saber mais sobre essa historia, alguém sabe se tem como ler o livro online?

Avatar
Patricia em 17.05.2016 às 11:49 Responder

Oi, dá uma olhada no site dop exilado: http://livrosdoexilado.org/
Ele costuma ter bastante coisa boa lá para ebooks. 😉

Avatar
mateus em 19.09.2016 às 20:36 Responder

achei muiro bom msm

Avatar
Cryss em 22.12.2016 às 22:46 Responder

oi gente, boa noite, eu gostaria de saber onde vcs leram o livro, estou a hrs tentando achar na internet mais n consigo, ouvir falar da história através de uma série que assisto, e achei muito interessante, gostaria de ler o livro completo mais n consigo achar em lugar algum, se alguém puder me ajudar ficaria muito grata 😉

Avatar
Patricia em 26.12.2016 às 09:19 Responder

Dá uma olhada na Biblioteca do Exilado http://epubr.club
Eles têm muito livro bom lá disponível em vários formatos. 🙂

Avatar
,,ikl,.p.l, em 19.03.2017 às 20:20 Responder

nota 10 parabens

Avatar
Vanessa em 29.04.2017 às 13:10 Responder

Muito bom esse site…(já tive a oportunidade de ler o livro e a resenha e as respostas da “Paty” foram maravilhosas) 😉

Avatar
Lucas em 23.05.2017 às 21:07 Responder

Alguém fala o desfecho do livro pfv!!!
Pode falar pode falar spoiler pfv alguém fala aí!!

Avatar
Pedro em 17.09.2017 às 02:31 Responder

Esse e o grande “Clube da luta” literal (Ou Clube da luta e o medico e o monstro em forma de filme :v)

Avatar
Kaike em 11.04.2018 às 18:17 Responder

Como mataram ou como o Hyde morreu?

Avatar
Francisco Castro Del'Gaudio Junior em 15.06.2018 às 03:08 Responder

Adorei o seu resumo, já estava com muita vontade ler ele, agora com certeza vou fazê-lo. Vou fazer uma crítica a ele no meu blog. Se puder visitar e dar uma olhada: http://delgaudiano.blogspot.com/

Avatar
Karina Almôndega Pizza em 08.10.2018 às 16:04 Responder

Belíssimo trabalho! Estou pesquisando sobre o livro para um seminário de faculdade e seu resumo me ajudou muito. O livro parece interessante, e já vou me atentar de comprá-lo pra eu me certificar hahaha, bjs e obrigada.

Avatar
MIKAELY em 13.11.2018 às 17:59 Responder

Quero saber quem é o autor

Avatar
Patricia em 16.11.2018 às 15:54 Responder

Olá! O livro foi escrito por Robert Louis Stevenson.

Avatar
chines em 06.03.2019 às 14:11 Responder

adorei o resumo

Avatar
pedro em 06.03.2019 às 14:12 Responder

gostei do comentario

Avatar
biruleibe em 23.06.2019 às 12:00 Responder

LEGAL 🙂


 

Comentar