Resenha – O Tigre
por Ragner
em 26/10/16

Nota:

otigrecapagrande

Existem dois animais (“irracionais”) que me encantam desde sempre: O Tigre e o Tubarão. Resenhei o filme Águas Rasas mês passado, que é sobre Tubarão (predador soberano nas águas) e hoje venho com um livro sobre o tigre (predador soberano em terra). Temos conhecimento de que o tigre é o maior e mais feroz felino existente (sim, mais do que o leão) e nas regiões em que vive, reina totalmente. Povos cultuam sua força e contam histórias de seu poder. Algo que me encanta na espécie. Sinceramente.

Quando tive a oportunidade de optar por O tigre – obra do autor John Vaillant, não tive dúvidas ao ler o título. De cara fui fisgado e já nas primeiras páginas, pude perceber que minha escolha acabou me proporcionando mais do que uma história sobre um animal formidável. O livro, que a priori acreditei que seria sobre uma história de “vingança e sobrevivência” conforme o subtítulo indica, começou como um documentário do Canal History ou Discovery Channel ou até National Geographic, concatenando relatos sobre a vida selvagem na Sibéria com a história da Rússia Ocidental e Oriental, desfilando entre o passado e o presente político do maior país do planeta e suas guerras contra outras nações. Podemos entender as alterações no bloco comunista na Ásia, a luta pela sobrevivência na região mais gelada da Terra e a dicotomia de temor e respeito por um dos animais mais lindos e fantásticos que, ainda, existe.

Tudo começa com uma ocorrência sobre o ataque de um tigre a um homem, conhecido como Markov, perto de Soboloyne (um pequeno vilarejo localizado dentro de uma área florestal). Uma mensagem sobre o acontecido chega para Yuri Trush, comandante do Inspection Tiger – projeto responsável por proteger os tigres da caça ilegal. Trush e seus homens partem para o local do ataque e vão se encontrar com outros homens para o que poderia ser a missão mais difícil de suas vidas. O frio aumentava, o armamento era precário, a vitima tinha sido um homem conhecido por todos e tudo indicava que o ataque parecia algo além do “normal”. Aquele tigre não tinha apenas matado Markov.

Markov era um dos homens mais bem preparados para viver no isolamento da Sibéria, conhecia como poucos a vida animal do grande felino e era um caçador experiente. O tigre tinha trucidado o homem e as investigações indicavam que “o ataque a Markov foi muito sinistro. Parecia mais um homicídio doloso qualificado: premeditado, com malícia calculada e clara intenção de matar”. O horror poderia estar apenas começando.

Enquanto a procura pelo animal prosseguia, somos envolvidos por histórias e mais histórias que relacionam homens e tigres. Relatos cheios de acontecimentos aleatórios vão apresentando uma narrativa recheada de lendas e detalhes sobre os laços entre os homens e o animal que reina absoluto na Sibéria.

O Tigre tem seus pontos autos e baixos. Aquilo que deixa o livro muito interessante e deveras informativo, causa também vontade de pular certas páginas. É muita informação. Tudo gira em torno do ataque a Markov e a busca pelo tigre que o devorou, mas a história vai e vem. Ora estamos lendo sobre a caça de um animal que tem um diferencial sobre os demais e ora vamos conhecendo sobre dados históricos, culturais e até míticos sobre uma das regiões mais inóspitas do planeta. Tudo junto. Quando estamos acreditando que algo surpreendente vai acontecer, o autor nos carrega com mais referências sobre a região. Mas isso não é ficção, é história real, e a vida tem disso.

***

Livro enviado pela editora

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – O Tigre”


 

Comentar