Resenha – Redemoinho em dia quente
por Juliana Costa Cunha
em 05/08/20

Nota:

30 contos narrados por mulheres. Mulheres sertanejas, nascidas no Juazeiro do Norte, na região do Cariri -CE, terra de Padre Cícero. E, também, terra da escritora Jarid Arraes. Fácil seria imaginar que, partindo deste lugar de pertença, as personagens deste livro nos remetessem àquela figura já bastante característica da mulher sertaneja e do sertão de terra batida e da fome. E é essa uma das grandes sacadas da autora. Ela foge desses estereótipos na sua narrativa.

As personagens dos 30 contos de Redemoinho em dia quente, vão nos contar suas histórias de fé, ou ausência dela. De fome, sim. De machismo. De crenças, costumes e romarias. Mas numa paisagem suburbana, onde encontramos a vendedora da avon, os moto táxi (e aquela que deseja ser uma deles), a rede de esgoto a céu aberto, a cadeira na calçada no fim da tarde e a disputa entre as mulheres da vizinhança para fazer os melhores quitutes para receber a santa em casa e as rezas daquele dia.

A gente vai se deparar com mulheres sofridas sim. Mas também com essas mulheres que sofrem e decidem mudar o rumo de sua história. Vai encontrar pobreza e LGBTfobia, mas também mulheres que decidem produzir alimento pra realizar seu sonho e aquelas que expressam seus desejos por outras mulheres livremente. As personagens são fortes e ditam sua história, na maioria dos contos aqui narrados.

Some a tudo isso uma linguagem lírica e onírica. Que dá seu recado de crítica social e denúncia, mas no linguajar do sertão, que aproxima quem lê das personagens. As tantas metáforas utilizadas pela autora e tantas frases poéticas de seu texto faz com a solidão que permeia todas as personagens seja ponto de afeto. Assim como parece ser de afeto o olhar de Jarid para o Cariri e suas histórias.

É como se a autora precisasse sair desse lugar para enxergar seu afeto por ele. E pra mim isso fica muito explícito no lindo conto Despedida de Juazeiro.

Eu adorei esse livro e indico fortemente. Me fez rir em muitos momentos e me emocionar em tantos outros, a exemplo do conto citado acima e dos: Voz e Graça.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Redemoinho em dia quente”


 

Comentar