Resenha – Risco Calculado
por Ragner
em 15/11/13

Risco calculado (Robin Cook) - O caderno de Noah (Nicholas Sparks) - Incendiário (Ridley Pearson) - Puma Branco (R.D. Lawrence)

Robin Cook é um escritor que embarca suas histórias com enredos em torno da medicina. Nada muito complicado para quem é médico por formação. Já teve muitos dos seus livros lançados para tela grande e esse que resenho hoje também já foi representado na 7ª arte, mas assumo que ainda não assisti. Sua literatura percorre conhecimentos técnicos e sólidos relacionados a arte médica e permeiam a ficção com uma harmonia fantástica. Vários de seus outros livros já dei uma olhada marota, mas esse é o 1º que consumo em sua plenitude. Os demais que me aguardem.

Existem aqui assuntos completamente diferenciados. Vamos inicialmente desde a suspeita metafísica da feitiçaria até a explicação natural e prática da química cheia de testes e comprovações racionais. Percorrendo lendas maléficas da Bruxas de Salém e registros históricos fatídicos (alguns personagens utilizados no livro correspondem com a pessoa histórica, até mesmo o nº de bruxas condenadas e testemunhas conferem), Cook cria uma trama por demais intrigante e atraente. A cada página a narrativa flui de maneira interessante, os diálogos acontecem com uma naturalidade fácil e o enredo, a medida que se desenrola, vai criando uma atmosfera bastante curiosa e envolvente.

Como todo excelente livro, somos apresentados, de cara, aos fatos de grande relevância à história e conhecemos os moradores de Salém na época em que as mulheres eram acusadas e condenadas como bruxas. Acompanhamos um pouco o desespero de um homem que tenta com fervor defender sua esposa e corre atrás de todos os meios inocenta-la. Entre aceitar sua condição alarmante e confessar as alegações demoníacas que lhe é imposta, uma mulher, confiante de sua fé e segura de sua inocência, é condenada. Tudo parece óbvio após ser descoberta uma prova legítima (pelo menos para quem a observa) e a salvação parece ser impossível. Comprovada seu pacto com a maligno, Elizabeth Stewart foi executada.

350px-SalemWitchcraftTrial

Kim Stewart, descendente de Elizabeth, herdeira das terras da família em Salém, enfermeira de Boston, conhece Edward Armstrong, doutor em medicina e bioquímica e pesquisador de Harvard. Os dois se conhecem por intermédio do primo de Kim e começam a se envolver, tendo muito em comum. A timidez e os modos desajeitados os uniram a priori e com o tempo o relacionamento vai ganhando força, até morarem juntos na antiga casa onde viveu sua ancestral. Edward se mostra muito interessado pela história da família Stewart e os dois começam a encontrar indícios que comprovam que as histórias de feitiçaria, poderiam ser na verdade ocasionados pelo consumo involuntário de um fungo que causava alucinações.

Com alguns estudos e pesquisas incansáveis, Edward e sua ajudante, conseguem produzir um anti-depressivo, resultante do fungo, capaz de transformar completamente a indústria farmacêutica. Mas a criação de “Ultra”, pode resultar em efeitos desastrosos.

Cook desenvolve toda a trama transformando os personagens a cada nova experiência, seguindo uma dinâmica que prende o leitor a cada capítulo e que desperta uma curiosidade tanto sobres os termos técnicos e as consequências de todas decisões que os personagens vão tomando.

Postado em: Resenhas
Tags: , ,

Nenhum comentário em “Resenha – Risco Calculado”


 

Comentar