Resenha – TANTAS PALAVRAS – Todas as letras & Reportagem biográfica de Humberto Werneck
por Thiago
em 17/09/14

Nota:

 

tantas-palavras-chico-buarque-humberto-werneck_MLB-O-4105192624_042013

 

Prosseguindo com a semana sobre música do desafio do tigre vamos falar de algo nacional, vamos falar de Chico Buarque. Sei que quando falamos de música num lugar tão grande e culturalmente rico como o Brasil é muito difícil falar em unanimidades, porém Chico pode ser uma das poucas.

Esta é uma das biografias que mais gostei de ler até hoje, não apenas pelo biografado mas pela forma como a história foi contada e pelo momento da minha vida em que li; uma viagem furada a praia para curar as dores de um pé na bunda, e este livro foi uma excelente companhia.

 

images (40)

O autor Humberto Werneck, jornalista e cronista belo horizontino, com carreira vasta em jornais e revistas de relevância como Veja, Jornal da República, IstoÉ, Jornal do Brasil, Elle e Playboy se diz um contador de histórias, pelo seu facínio por gente, por personagens interessantes para rechear seus textos, suas crônicas e Chico Buarque de Holanda é sem sombra nenhuma de dúvida um personagem extremamente interessante, assim como o próprio Humberto, digo isso pois uns dez anos atrás, antes mesmo de eu ler “Tantas palavras”, relançado e apmliado em 2006, mas como ia dizendo, quando tinha meus 20 anos fiz minha primeira entrevista da vida, não como entrevistado e sim como entrevistador, o entrevistado no caso era o Humberto. Na época eu trabalhava como estagiário no jornal belo horizontino Suplemento Literário, e estavamos organizando uma edição comemorativa e por isso fomos atrás de pessoas importantes que tinham passado por lá. Ele foi extremamente simpático e atencioso comigo e com a outra estagiária (estudante de jornalismo de verdade, diferente de mim, que cursava filosofia) e isso foi uma das coisas mais legais que fiz lá.

Humberto sempre quis seguir a carreira literária, mas acabou caindo na vida jornalística, tudo por causa de um outro grande escritor, o fundador do jornal, Murilo Rubião, um dos maiores nomes ou o maior nome da literatura fantástica brasileira. Rubião foi jurado em um concurso de contos que Werneck ganhou e apostou no jovem o levando para o jornal, que na época era um encarte do Diário Oficial do Governo de Minas Gerais.

 

download (33)

Assim como o autor também sempre me encantei por gente, mais especificamente por personagens e se eles existirem mesmo, como é o caso aqui, melhor. Então, em 1989, ele foi chamado por Luiz Schwarcz, da Companhia das Letras, para fazer um texto para um livro do Chico Buarque, com as letras das canções dele. Temos então uma história do Chico Buarque, não exatamente uma biografia, mas como o autor chama, uma reportagem biográfica, com uma grande pesquisa de entrevistas ao próprio Chico, aos familiares, amigos e pessoas importantes da época como Tom Jobim. O livro  se chamou Chico Buarque, letra e música e teve uma venda considerável. Quinze anos depois, pediram para refazer o livro, ou melhor, acrescentar um capítulo, mas Humberto acabou refazendo, e assim nasce Tantas palavras pela Companhia das Letras em 2006.

Chico é outro personagem que acabei “conhecendo”, uma das coisas mais legais da minha vida é a profissão do meu pai, ele conserta e afina pianos, e não por ser meu pai mas é um dos melhores que tem por aí. Por causa disso acabei tendo acesso aos bastidores de vários palcos de BH, um deles foi o do Chico quando eu tinha meus 10 ou 11 anos, num show que ele fez no Palácio das Artes na turnê do seu álbum “Paratodos”, na época não entendia muito bem quem era o cara, mas foi muito legal ter visto o ensaio, mais que o show.

obs: segue abaixo a música Paratodos do Chico e uma entrevista que o Humberto deu pra Saraiva.

 

 

 

Boa leitura a todos!! 1473061_188536781340275_77892120_n-320x1181

Postado em: Resenhas
Tags: , , ,

Nenhum comentário em “Resenha – TANTAS PALAVRAS – Todas as letras & Reportagem biográfica de Humberto Werneck”


 

Comentar